Pleno do TJ decide pela manutenção do bloqueio da empresa Telexfree

A decisão foi tomada durante julgamento do agravo de instrumento em favor da empresa nesta segunda-feira (12).

Da Redação, com Agência ContilNet

A decisão foi tomada durante julgamento do agravo de instrumento interposto pela empresa, nesta segunda-feira (12)/Foto: Agência ContilNet
A decisão foi tomada durante julgamento do agravo de instrumento interposto pela empresa, nesta segunda-feira (12)/Foto: Agência ContilNet

Os desembargadores Samoel Evangelista, Eva Evangelista e Waldirene Cordeiro, do Tribunal de Justiça do Acre (TJ/AC), decidiram manter o bloqueio das atividades da empresa Telexfree.

A decisão foi tomada durante julgamento do agravo de instrumento interposto pela empresa, nesta segunda-feira (12).

A desembargadora Waldirene Cordeiro, que acompanhou o voto do relator do processo, Samoel Evangelista, questionou os altos valores ganhos pelos divulgadores, e falou também da telefonia Voip, suposto produto utilizado pela empresa.

“Segundo a imprensa, no estado do Acre há 70 mil investidores e divulgadores.A contar do valor de 629 dólares, que é o valor mínimo para o ingresso, se nós fizéssemos uma conta nós chegaríamos a um valor de 70 mil linhas telefônicas na modalidade voip. Digo ainda que se nós fizermos uma conta de que para cada um dos 70 mil cadastrados nós temos dez para cada um desses cadastrantes nós chegaríamos a uma conta de R$ 1 bilhão e 12 milhões que circulariam ou poderiam circular no estado do Acre”.

Comentários