Polícia Civil de Xapuri apreende quase 10 quilos de cocaína pura em barco que descia o Rio Acre

Drogsa estava escondida dentro de uma canoa usada para transportar pessoas - Foto: Raimari Cardoso
Droga estava escondida dentro de uma canoa usada para transportar pessoas – Foto: Raimari Cardoso

Raimari Cardoso – Xapuri, Acre

Uma pequena e insuspeita canoa, dessas que são usadas no dia a dia dos ribeirinhos acreanos, transportava, na tarde desta quarta-feira, supostamente com destino a Rio Branco, uma carga de 9,5 quilogramas de cocaína pura.

A embarcação foi abordada por volta das 14h30, por uma equipe de investigadores da Polícia Civil de Xapuri, quando se aproximava da cidade. A droga era trazida em um saco plástico sem nenhum tipo de camuflagem.

O barqueiro, José Araújo Gomes, de 61 anos, que viajava sozinho, foi preso em flagrante e conduzido à Delegacia Geral de Polícia de Xapuri, onde aguardará os procedimentos de praxe até ser encaminhado à penitenciária estadual de Rio Branco.

O acusado afirmou aos investigadores que essa era a primeira vez que fazia o percurso entre a fronteira e a capital acreana transportando entorpecentes. Na bagagem, além da droga, levava sardinhas em lata, farinha e bolachas.

Para fazer a apreensão da droga, os policiais utilizaram uma catraia, embarcação usada para a travessia de moradores entre os dois lados da cidade. Essa é a primeira vez que a Polícia Civil de Xapuri flagra a passagem de drogas ilícitas através do Rio Acre, que tem sido usado para o contrabando de bebidas e cigarros.

DSC00212 DSC00206
DSC00219_800x600

O policial Eurico Feitosa, que comandou a ação que resultou na apreensão da droga, afirmou que os traficantes estão usando caminhos diversificados para fazer chegar ou passar com a droga por Xapuri. De acordo com ele, a Polícia Civil no município está se antecipando a muitos tipos de ação dessa natureza.

O promotor de justiça de Xapuri, Bernardo Albano, ressaltou nesta quarta-feira, que o combate às drogas é um trabalho que não pode arrefecer diante das dificuldades e das muitas maneiras que os criminosos utilizam para se manter em ação. Segundo ele, combater o tráfico não é enxugar gelo, como se acostumou a dizer.

O secretário de Polícia Civil do Acre, Emylson Farias, também se manifestou nesta semana sobre a incidência do tráfico de drogas em Xapuri. “Nós estamos atentos a essa realidade e não podemos fazer outra coisa senão promovermos o enfrentamento sem trégua dessa situação”.

Nos últimos quatro meses, a Polícia Civil de Xapuri tirou de circulação nada menos que nove traficantes considerados como de importante participação no tráfico de drogas praticado no município, que tem nessa categoria de crime o seu maior problema de segurança pública na atualidade.

DSC00232_800x600
DSC00222_800x600

Fonte: Xapuri Agora!

Comentários