Polícia investiga exercício ilegal da medicina em Feijó

Após receber informações de que pessoas não habilitadas em medicina esta-riam assinando receituários médicos no município de Feijó, localizado a 408 km de Rio Branco, Capital doAcre, o Ministério Público do Estado (MPE/AC), apoiado pelas polícias Civil e Militar, realizou fiscalização em sete unidades de saúde e no hospital estadual daquela cidade durante a terça-feira (19) e a quarta-feira (20).

Segundo o promotor de Justiça da Comarca de Feijó, Fernando Régis Cembranel, as unidades de saúde não foram fechadas, mas nelas foram localizados receituários médicos assinados por enfermeiros.

urante a fiscalização não foram efetuadas prisões, mas houve a apreensão de diversos documentos.

Cembranel ressalta que em alguns postos de saúde da cidade haviam médicos e em outros não. De acordo com ele, a Polícia Civil está averiguando se houve prática ilegal da medicina ou não.

“Ninguém foi preso.  A situação de permissão de enfermeiros assinarem receituário médico pode ocorrer quando ele integra uma equipe, que deve ser supervisionada pelo médico. Nesse caso, a situação tem que ser esclarecida para o delegado”, avisa o promotor.

Fernando Cembranel ressalta que o delegado de Polícia Civil vai ouvir as pessoas envolvidas na situação para saber em que circunstâncias a receitas médicas foram fornecidas. Ele garantiu que não houve afastamento de funcionários. (Duaine Rodrigues, G1 AC)

Comentários