Por falta de verbas, Tião Viana anuncia cancelamento do Carnaval do Povo

Governador Tião Viana e prefeito Marcus Alexandre anunciam cancelamento do Carnaval (Foto: Cláristom Amorim)
Governador Tião Viana e prefeito Marcus Alexandre anunciam cancelamento do Carnaval (Foto: Cláristom Amorim)

O governador Tião Viana e o prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre, anunciaram neste sábado, 19, que não irão promover o Carnaval do Povo. A capital é uma das doze cidades que cancelou a tradicional festa por falta de recursos suficientes para bancar a folia e atender outras necessidades da região.

Tião diz que este é um ano atípico para todos os estados brasileiros por ser um ano de crise e de reajuste orçamentário. Segundo ele, a prioridade agora é trabalhar em uma possível enchente e nas limpezas dos bairros.

“Decidimos não assumir esses grandes eventos. Nossa prioridade é focar o trabalho no enfrentamento ao inverno. Esperamos no próximo ano retomar com essa festa que é uma manifestação cultural do país. Pedimos a compreensão da população”, disse.

No ano passado, o Acre viveu a pior enchente da história em relação a prejuízos. Milhares de famílias foram retiradas de suas casas e levadas para abrigos públicos. Mesmo com todos os planos estabelecidos pelo governo e prefeitura, a situação saiu do controle e o governador chegou a ficar entre a cruz e a espada para a realização do Carnaval.

Para um público a festa seria necessária, para outros era momento de colaborar com as famílias atingidas, já que o estado ficou em situcação de calamidade.

“Nossos esforços estão voltados para o enfrentamento ao inverno. Infelizmente, temos que sacrificar a realização do carnaval público e priorizar as ações nos bairros, na cidade”, ressaltou.

DSC 0178

Governador e prefeito com a equipe de organização do Carnaval (Foto: Clériston Amorim)

População pode promover festa
Embora o Estado não vá bancar a festa, a população pode promover o evento por conta própria. Tião Viana disse que a disponibilizará policiais caso a população faça desfiles de blocos.

“Nada impede que a população faça sua festa, que mobilizem os blocos de rua, que brinquem e se divirtam”, disse o prefeito Marcus Alexandre.

Comentários