Prefeito de Brasiléia anuncia início de programa de recuperação de ramais no km 88

DSC_0583

De acordo com o prefeito a comunidade do km 88 vai ser contemplada e será a principal fiscalizadora dos serviços que serão executados.

WILIANDRO DERZE, assessoria PMB

Dando início ao programa que tem meta de melhorar 360 km de ramis de Brasiléia. O prefeito Everaldo Gomes se reuniu com os moradores do KM 88 nesse domingo, 2, para anunciar o começo dos trabalhos nesta segunda-feira, 3.

A comunidade do km 88 que é a primeira a ser contemplada pela atual gestão, reivindicou melhorias na gestão passada e acabou sendo questionada e chamada de produtores desocupados pelo ex-presidente do sindicato dos trabalhadores rurais. Na época os produtores da região exigia o melhoramento do ramal que estava na planilha de parceria prefeitura de Brasiléia, Deracre e Incra que não foi contemplado com os serviços.

Com um novo planejamento e diretrizes de realizar trabalhos de qualidade nos serviços de melhoramento de ramais. A nova administração da prefeitura de Brasiléia, comandada pelo prefeito Everaldo não mediu esforços para ampliar os serviços de recuperação de ramais.

DSC_0599

De acordo com o prefeito a comunidade do km 88 vai ser contemplada e será a principal fiscalizadora dos serviços que serão executados.

Os tratores para a realização dos serviços já estavam no local e quando o prefeito chegou foi recebido com festa pela população da região que faziam questão de cumprimentá-lo e agradecer pela promessa que havia feito em campanha que iria contemplar a comunidade se um dia fosse prefeito.

É uma satisfação poder está ajudando essa comunidade sofrida e guerreira em lutar pelos seus objetivos. “Eles aqui foram chamados de baderneiros por ex-sindicalistas, quando reivindicavam melhoria para o ramal que estava dentro da planilha da parceria entre Incra, Deracre e execução da prefeitura de Brasiléia. Quando eu era vereador acompanhei de perto a luta desses produtores. Vamos começar a programação dos ramais pelo 88 e esperamos que milhares de famílias sejam beneficiadas nos 336 km de ramais que iremos melhorar, incluindo os pontos críticos”, discursou o prefeito.

O Ramal do 88 está incluído dentro dos 89 km deixados pendentes pela gestão passada da prefeitura. A atual gestão do município irá realizar o melhoramento de 336 km, ou seja, três vezes mais do que vai ser realizado pelo programa do Governo do Estado, Ramais do Povo, que contemplará o município com 100 km de ramais.

Participaram da reunião com o prefeito os vereadores Bil Rocha, Marivaldo Oliveira, Naldo Rufino e Marquinhos Tibucio, além dos secretários de Agricultura, Obras e Ação Social.

Para o Secretário de Obras, Clécio Gadelha o momento é de trabalhar ouvindo a população e identificando os pontos críticos do ramal para serem arrumados e no período do inverno a comunidade não ser afeta, ficando sem acesso devido os atoleiros. “Junto com a comunidade vamos analisar os pontos críticos e resolver os problemas e fazer o melhoramento de todo o ramal”, explicou Clécio Gadelha.

O vereadora Naldo Rufino destacou o comprometimento do prefeito em ajudar as comunidades rurais que passou mais de 10 anos esquecida pela administração pública. “Só temos a agradecer e dizer para a comunidade que em nome dos demais vereadores também nos colocamos a disposição para apoiar as reivindicações dos moradores”, destacou Naldo.

No final da reunião a moradora e líder da comunidade, Alcilete Assis Lima disse que mais uma vez o prefeito Everaldo Gomes cumpriu o que conversou com a comunidade e que finalmente os produtores do 88 estão sendo contemplados pelas ações da prefeitura. “Quando recebei a noticia do prefeito Everaldo de que nosso ramal iria ser contemplado muito aqui perto não acreditavam, mas o prefeito mandou as maquinas e toda a população viu que o Everaldo é homem de palavra e comprometido com a comunidade a zona rural”, disse Alcilete.

A secretária de Ação Social Lindacy Franco aproveitou a reunião para falar sobre o Programa de Habitação Rural intermediado pela prefeitura de Brasiléia, junto a Caixa Econômica Federal. “Estamos fazendo o cadastramento para que as famílias interessadas sejam contempladas e tenham suas casas construídas, reformadas ou ampliadas com esses recursos”, disse a secretária.

Comentários