Prefeito de Brasiléia e superintende do Incra debatem execução de projetos de 2011/2012 e ações para este ano

DSC_0364

No total faltam 40 km para serem realizados ações de acordo com cronograma e programação do Incra

WILAINDRO DERZE, assessoria PMB

Preocupado com achegada do verão e as ações de abertura, reforma e paliativos nos ramais e apoio ao home do campo. O prefeito Everaldo Gomes convidou o superintendente do Incra no Acre, Idésio Frank para participar de uma reunião com alguns secretários do município e vereadores. O objetivo era traçar um cronograma e saber quais as parcerias que poderiam ser realizadas com o Incra para os trabalhos nos  ramais do município.

O superintendente do Incra destacou que de acordo com o projeto de ação formulado em 2011 e 2012, foram feitos 223 km de ramais, sendo executados somente 141 km, ficando 82 km pendentes para 2012 que também não fechou a execução dos serviços.

No total faltam 40 km para serem realizados ações de acordo com cronograma e programação do Incra, em parceria com o Deracre a prefeitura de Brasiléia. “Nossa parceria é Incra, Dereacre e municípios, onde passamos o olho diesel e o Deracre junto com as prefeituras definem o plano de ação”, informou Idesio.

O prefeito de Brasiléia esperava uma parceria maior tendo em vista que muitos ramais estão abandonados e precisando de uma recuperação urgente. “Sabemos que o Incra está sendo comandado por uma nova gestão e os trabalhos que não foram terminados pelas antigas gestões devem ser continuados, como nos deu a garantia o superintendente do Incra”, disse Everaldo Gomes.

O prefeito de Brasiléia espera uma manifestação do Incra sobre as parcerias e recebeu um aceno positivo, mas a nova gestão que está a frente do Incra está apresentando novos orçamentos ao Governo Federal, para a aquisição de recursos no objetivo de ampliar as ações nas áreas de assentamento e ramais de ligação.

DSC_0347

De acordo com o prefeito os serviços nos ramais, ainda não foram anunciados devido o Governo do Estado, ter planejado as ações com o programa Ramais do Povo. “Esperamos do Deracre quais serão os ramais contemplados para podermos trabalhar nos demais. Precisamos trabalhar em sintonia e não entrarmos em um ramal e em seguida saber que o Governo estaria contemplando o mesmo”, ressaltou Everaldo.

O vereador Bil Rocha diz que faltou mais compromisso da antiga gestão em realizar as ações nos ramais. “Esperamos contar com o apoio do Governo do Estado para que a prefeitura tenha condições de contemplar o maior número de ramais de Brasiléia. O prefeito vem visitando a zona rural e conferindo de perto, quais os ramais que necessitam de atenção emergencial”, lembrou Bil.

O vereador Mario Jorge, que é o presidente da Mesa Diretora do parlamento do município, destacou que os órgãos como Incra, Deracre e prefeitura devem se entender o mais rápido possível com as parcerias e começarem a contemplar as comunidades. “Nossa população rural está clamando por atenção, e nós como representante da sociedade, estamos aqui para saber como ocorrerá as parcerias e como serão executado os serviços”, frisou o presidente.

O superintendente lembrou ainda quais são os ramais que serão contemplados pelas ações do Incra neste ano.

Confira a lista:

Projeto Princesa, Fortaleza, Três Meninas, Pão de Açúcar, Porto Carlos e Quixadar. Todos esses projetos de assentamento estavam no projeto de 2011 e 2012 e não foram executados pelas antigas administrações do município.

Comentários