Presidiário em liberdade condicional mata colega à tijoladas e queima o cadáver

O presidiário em liberdade condicional, Erivan de Souza Rodrigues, 27, conhecido como Cascão matou a tijoladas e queimou o cadáver de Anderson Assis da Silva, 24, na madrugada de quarta-feira, 02, no bairro Alto Alegre.

3222_655af8b7abc6fb518fdedb745896576f_mO acusado pelo crime macabro foi preso em flagrante e encaminhado a Delegacia de Flagrantes (Defla) da 5ª Regional. O corpo de Anderson Assis foi encontrado às 2h da madrugada, em uma cerâmica da região.

Segundo informações de policiais, Erivan de Souza e a vítima beberam e consumiram drogas em uma construção abandonada próximo aonde o corpo foi encontrado. O corpo da vítima foi jogado dentro de uma fornalha e coberto com pedaços de madeira.

Erivan ficou no local esperando que o corpo fosse consumido pelo fogo e adormeceu ao lado da fornalha. O acusado foi preso em flagrante pela Polícia Militar, após a denúncia de um funcionário da cerâmica.

Ray Melo, da redação de ac24horas

preso

Comentários