PRF prende traficante com 4kg de cocaína dentro de caixa de som rumo a Feijó

Droga apreendida pela PRF foi entregue na delegacia da PF em Epitaciolândia - Foto: Alexandre Lima
Droga apreendida pela PRF foi entregue na delegacia da PF em Epitaciolândia – Foto: Alexandre Lima

Alexandre Lima

Policiais Rodoviários Federais – PRF, que estavam realizando um trabalho de fiscalização na BR 317, sentido Fronteira/Capital, obtiveram êxito em deter um traficante com quatro quilos de cloridrato de cocaína rumo a cidade de Feijó, após investimentos de aproximadamente R$ 20 mil reais.

Chegada de Raimundo na cidade de Epitaciolândia após ser detido com a droga - Foto: Alexandre Lima
Chegada de Raimundo na cidade de Epitaciolândia após ser detido com a droga – Foto: Alexandre Lima

O acusado, foi detido dentro de um taxi quando o policiais rodoviários pararam um taxi. Os trabalhos estão inseridos dentro do Programa Sentinela da Fronteira que acontece principalmente, nas áreas fronteiriças do Acre e de Rondônia.

Dentro do bagageiro junto com as malas dos outros passageiros, foi encontrado uma caixa de som, onde foi identificado o proprietário, Raimundo Sangama (34). Na vistoria, o peso do eletrônico chamou atenção dos agentes que resolveram averiguar, principalmente quando o proprietário demonstrou nervosismo.

Ao retirarem do alto-falante, perceberam o peso extra da caixa de som. Haviam quatro pacotes de cocaína que seria levado para a cidade de Feijó e comercializado. Raimundo recebeu voz de prisão e foi levado para a delegacia da Polícia Federal em Epitaciolândia.

Raimundo poderá ser condenado por tráfico internacional e associação ao tráfico, com condenação que pode chegar a 15 anos de reclusão. O mesmo seria ouvido pelo delegado plantonista e será transferido ao presídio estadual nas próximas horas onde ficará a disposição da Justiça.

Veja vídeo reportagem Almir Andrade.

Segundo foi informado, Raimundo investiu cerca de R$ 20 mil na compra da droga em Cobija - Foto: Alexandre Lima
Segundo foi informado, Raimundo investiu cerca de R$ 20 mil na compra da droga em Cobija – Foto: Alexandre Lima

Comentários