Procuradoria Eleitoral impugna nomes principais de candidatos do PT no Acre

impugnados2

Da redação com ac24horas

A Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) no Acre encerrou os trabalhos de avaliação dos pedidos de candidaturas registrados junto ao Tribunal Regional Eleitoral no Acre.  Dos 628 pedidos de registro de candidatura, 41 foram impugnados e outros 63 tiveram parecer contrário da PRE.

Dentre os principais nomes impugnados estão os do deputado federal Sibá Machado (PT), o ex-prefeito de Sena Madureira Nilson Areal,  o deputado estadual Moisés Diniz (PCdoB)  e a sub-chefe da Casa Civil, Nazaré Araújo, que é candidata a vice governadora pela Frente Popular do Acre.

Segundo uma lista disponibilizada pela PRE, o motivo  pelo qual a candidatura de Sibá Machado foi vetada é o fato de ter suas contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas quando era gestor Secretaria de Extensão Rural e Garantia de Produção no governo de Jorge Viana, em 2001. Já Nilson Areal, famoso por ter várias condenações na justiça, foi vetado por suas contas rejeitadas pelo TCE quando comandou a prefeitura de Sena Madureira.

O motivo para que a vice de Sebastião Viana fosse impugnada é devido a ausência de documento que comprove desincompatibilização tempestiva do cargo que ocupava.

A candidatura de Moisés Diniz foi impugnada devido a ausência de comprovante de quitação eleitoral. Os candidatos que tiveram suas candidaturas impugnadas têm sete dias para contestar a impugnação.

Todos os candidatos que tiveram seus nomes brecados pela Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) no Acre podem entrar com recursos.

Confira na Integra os pedidos de registros impugnados

OS QUE TIVERAM PARECER CONTRÁRIO

Ainda segundo a Procuradoria eleitoral, 63 registros tiveram parecerres contrários. Dentre os medalhões, estão os nomes do ex-prefeito de Rio Branco Raimundo Angelim, da deputada Estadual Maria Antonia,  do vice-prefeito de Sena Madureira Jairo Cassiano,  o ex-secretário de educação do Estado Daniel Zen, do ex-secretário da Seaprof Lourival Marques,  o jornalista Washington Aquino e mais outros 57 candidatos.

Os candidatos terão 72 horas, após notificação por parte da Justiça Eleitoral, para se manifestar no processo. Caso não o façam, o processo segue para o relator, que poderá negar o pedido de registro.

Confira a lista dos pedidos de registros indeferidos

Comentários