Quatro municípios sob risco de epidemia de dengue

Durante a reunião de avaliação de ações do controle da dengue que termina nesta quinta-feira (20), a gerente estadual de Endemias, Thayna Holanda, confirmou que entre os 13 municípios que participam do encontro, quatro deles tem maior risco de enfrentar uma epidemia de dengue, são eles: Rio Branco, Plácido de Castro, Brasileia e Epitaciolandia.

A capital do Acre concentra 90% dos casos e os outros municípios preocupam devido a localização fronteiriça, explica a Thayna Holanda. “O governo do Acre em parceria com os gestores municipais e os países vizinhos realizam ações de combate a dengue, mas no caso dos municípios a Sesacre fiscaliza o cumprimento dos planos de ação, mas não dá para cobrar os países vizinhos”, destaca a gerente.

Segundo a gerente todos os outros municípios estão sendo assistidos pela Secretaria Estadual de Saúde. Participam do encontro representantes dos municípios de Acrelandia, Bujari, Capixaba, Feijó, Porto Acre, Sena Madureira, Senador Guiomard, Tarauacá e Xapuri.

“O trabalho realizado pelos gestores municipais foi excelente, prova disso é que reduzimos 80% dos casos, mas temos que tratar a dengue com prioridade, por isso, esse tipo de avaliação é fundamental para atualizar as ações. Nós da Sesacre oferecemos suportes para ações e assessoria técnica, o governador Tião Viana acompanha pessoalmente os resultados”, confirma Thayna.

A gerente estadual de Endemias confirmou que a Secretaria estará junto com os prefeitos eleitos no combate a dengue.

“Vamos orientar os prefeitos recém-chegados de como proceder diante dos casos, criar juntos estratégias, além de oferecer todo suporte necessário para o controle da doença”, explica.

DENGUEPODEPEGARNOS

Bruna Lopes – A Tribuna

Comentários