Queimada ilegal em terreno deixa autoridades na Bolívia em alerta

 

Fumaça negra era possível ser vista de longe e assustou quem via - Fotos: Alexandre Lima
Fumaça negra era possível ser vista de longe e assustou quem via – Fotos: Alexandre Lima

Alexandre Lima

Era por volta das 17 horas deste domingo, dia 28, quando se pode notar uma coluna de fumaça negra no lado boliviano, em Cobija na capital de Pando. O bairro é conhecido como ‘Petrolífero’, parte alta da cidade quase fronteira com Epitaciolândia.

Muitos curiosos e autoridades foram até o local para ver o que acontecia. Se pôde ver que era apenas um terreno que pegava fogo devido uma queima ilegal no terreno, mas, chamava atenção pela fumaça densa que subia vários metros.

Foi informado que tempos atrás, um barranco havia sido contido com vários pneus e depois coberto com barro. A intenção seria de evitar o desbarrancamento em período de chuva já que o local é muito irregular, mas não achavam que poderia acontecer uma quase tragédia.

Por sorte, não havia nenhuma casa na redondeza e não foram alcançadas pelas chamas. Sem um equipamento adequado, solicitaram ajuda dos bombeiros brasileiros que atenderam o chamado e conseguiram isolar as chamas, impedindo que se espalhassem.

Foi dito por funcionários que trabalham no setor ligados ao Meio Ambiente, que iriam fazer uma fiscalização para chegar ao culpado do incêndio e aplicar severas multas. Devido a borracha dos pneus, as chamas iriam durar por algum tempo, mas não oferecia perigo.

Comentários