Reconstrução de encosta às margens Rio Acre sofrerá atrasos

As obras serão reiniciadas no verão de 2013, em torno de abril em diante

Hibis Campos*, da redação

DSC_0618

No dia 16 de setembro de 2012, o governador Tião Viana, ao lado do senador Aníbal Diniz, vice-presidente do Senado e do deputado estadual Astério Moreira, assinou a ordem de serviço para construção das encostas do rio Acre em Brasileia.

A obra que está orçada em R$ 11,4 milhões e prevê 1.027 metros de contenção com estaca prancha e mais 410 metros de recuperação com grama e o prazo de término seria de sete meses. Como já foi anunciado por outros meios de comunicação, o prazo de entregue na data prevista não será cumprido.

Até então, passaram-se três meses e as obras não chegaram nem a metade do prazo de término, isso prevê que não serão concluídas a tempo. Por enquanto as obras estão paradas devido as chuvas constantes e ao nível do rio estar instável acima do local onde estão sendo implantadas as estacas pranchas.

DSC_0620 DSC_0627

Há dias atrás foi presenciado a chegada de mais um caminhão cheio de estacas pranchas e algumas dessas foram implantadas no seu devido local, mas o rio subiu de nível e acabou atrapalhando as obras.

Mesmo sendo colocadas nos seus devidos locais, muitas estacas pranchas ficaram tortas devido o rio que as tirou de suas posições, assim, os operários tiveram que recomeçar a implantar em uma pequena parte.

Segundo Erivan Oliveira, encarregado geral das obras, “o contrato foi suspendido e só serão reiniciado as obras no verão, em torno de abril em diante. E essa semana será encerrada as obras”. Finalizou.

*Hibis Campos é free-lance

 

 

Comentários