Seaprof em parceria com MDA entrega retroescavadeiras para 13 municípios do Acre

Prefeitos de 13 municípios com até 50 mil habitantes receberam nesta terça-feira, 23, máquinas retroescavadeiras para atuar na recuperação de ramais e assim, auxiliar na escoação da produção rural. A entrega do maquinário aconteceu no pátio da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), foi feita pelo governador em exercício, Élson Santiago, secretário de Produção Familiar, Lourival Marques Filho e pela delegada-geral substituta do Ministério do Desenvolvimento Agrário, Fátima Duck.

Prefeitos de 13 municípios com até 50 mil habitantes receberam nesta terça-feira, 23, máquinas retroescavadeiras (Foto: Gleilson Miranda/Secom)
Prefeitos de 13 municípios com até 50 mil habitantes receberam nesta terça-feira, 23, máquinas retroescavadeiras (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

Élson Santiago destacou que o governo do Acre tem trabalhodo para beneficiar todos os municípios, sem distinções. “O governador Tião Viana faz um governo para o povo do Acre. Ele mostrou sua intenção em ajudar desde que passou o período eleitoral e convidou todos os eleitos para um encontro no Palácio Rio Branco. Tião governa para todos e não tem medido esforços para fomentar a economia na produção rural. São investimentos em diversas áreas como agricultura familiar, piscicultura e outras. Sabemos que essas máquinas também vão ajudar e muito esses produtores que vivem em todos os municípios do Acre”, concluiu.

A Ação faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento fase II (PAC II) e foi promovida pela Secretaria de Estado de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar do Estado do Acre (Seaprof) em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Agrário no Acre.

Entre as prefeituras beneficiadas estão Acrelândia, Bujari, Epitaciolândia, Santa Rosa do Purus, Jordão, Plácido de Castro, Sena Madureira, Manoel Urbano, Senador Guiomard, Feijó, Tarauacá, Porto Acre e Xapuri. As outras sete cidades do Acre que têm até 50 mil habitantes já foram beneficiadas com a entrega do maquinário.

Lourival Marques disse ser com muita satisfação e alegria que ele fazia a entrega dessas máquinas que beneficiarão os municípios. O secretário afirmou que reconhece as dificuldades que os prefeitos têm e observou que àqueles que foram reeleitos sabem como é desafiador manter a malha viária de suas cidades.

“Esses equipamentos são muito úteis para as prefeituras. Fazemos essa entrega sabendo que os senhores prefeitos terão muita demanda por parte dos produtores que precisam de escoamento da produção. O governo estende a mão para auxiliar na entrega dessas máquinas para ajudar a produção familiar. É apenas uma máquina para cada cidade, mas sei que é suma importância pra vocês”, disse o secretário de Produção Familiar.

A delegada-geral substituta do Ministério do Desenvolvimento Agrário, Fátima Duck, ressaltou que o Acre completou 100% de atendimentos aos municípios neste último ato de entrega de retroescavadeira.

“Apesar de ser uma pequena ajuda, representa muita coisa para solucionar entraves enfrentados nos ramais pelos pequenos produtores. Nós aconselhamos que todos façam bom uso destas máquinas porque haverá fiscalização por parte do MDA”, completou a delegada-geral.

Prefeitos agradecem apoio

O prefeito de Sena Madureira, Mano Rufino, confessou que diante do momento de crise que enfrentam as prefeituras é  com muita felicidade que ele recebe a retroescavadeira. “Vem num momento oportuno e vai ajudar nosso produtor a ter um ramal em condições de escoar sua produção. Isso vai garantir a dignidade dessas pessoas que vivem do que plantam. A maioria dos ramais fecha nesse período de chuvas e a gente precisa de uma máquina dessas para arrumar”, comentou o prefeito de Sena Madureira.

vice-prefeito de Feijó, Cláudio Braga, frisou que o apoio que o governo federal e do Estado tem prestado aos municípios e à produção rural mesmo diante da crise que atinge todos os Estados e municípios têm feito a diferença, pois ajuda a manter a economia de pequenas cidades como Feijó. “Nós agradecemos muito esse apoio, porque sabemos da importância que isso terá para quem esta trabalhando na produção rural”, acrescentou Braga.

Comentários