Sebastião Viana diz que Delúbio, José Dirceu e Genoino “nunca roubaram um real de ninguém”

seba_04Durante evento do PT, na manhã deste sábado, na Secretaria de Educação, o governador Sebastião Viana fez um discurso em  defesa de seus companheiros José Genoino, José Dirceu e Delúbio Soares, todos presos no mês passado pela Polícia Federal a mando do STF no processo do mensalão, um esquema que desviou milhões dos cofres públicos.

A defesa de Sebastião foi acompanhada de ataques “a setores da mídia nacional”, que segundo ele mancham a honra de políticos. Sebastião Viana chegou a afirmar que os mensaleiros são “pessoas sagradas dada as responsabilidades éticas e dos valores.”

O discurso do governador teve como pano de fundo o chamado pacto das gerações. “Hoje nós temos o desafio de traduzir o sentimento de um estado que tem a presença de jovens muito grande. Como que nós vamos sintonizar nossa freqüência de sonhos, ideais ideológicos com essa juventude que ta aí.

Essa juventude é vítima de setores da mídia nacional  que apontam sempre a corrosão da imagem do político brasileiro, que destrói biografias, que destrói pessoas que são sagradas dada as responsabilidades éticas e dos valores, a exemplo de um José Genoino, companheiro do PT que merece toda honra. O  respeito que nós temos que ter com companheiros como o Delúbio e o Zé Dirceu que nunca roubaram um real de ninguém. Se cometeram foi um erro que todo partido cometeu na democracia brasileira”, completou o governador.

Neste sábado, os petistas empossaram o novo presidente do partido, o cientista político Ermicio Sena, que assumiu o PT no lugar de Leonardo de Brito.

Comentários