Seds garante a continuidade do pagamento do Bolsa Moradia Transitória

Na manhã desta quinta-feira, 7, o secretário de Estado de Desenvolvimento Social (Seds), Antônio Torres, recebeu em seu gabinete representantes da imprensa local para dar esclarecimentos quanto à continuidade no atendimento das famílias beneficiadas pelo Programa Bolsa Moradia Transitória.

Com a intervenção do governo do Estado, em algumas áreas de abrangência das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), nos anos de 2008 e 2009, algumas famílias foram retiradas de locais considerados de risco e passaram a ser acompanhadas pela Seds, por meio do setor de habitação. Atualmente, 800 famílias estão recebendo o Bolsa Moradia Transitória, que equivale a um aluguel no valor de R$ 300. O período de permanência nesse benefício pode variar de um a dois anos.

O Bolsa Moradia também contempla famílias que estiveram em situação de risco e vulnerabilidade social, por conta das enchentes. Até o fim de novembro de 2012, o governo federal garantiu o repasse de recursos para atender 500 famílias que sofreram danos com as cheias dos rios acreanos. Ao fim desse período, o governador Tião Viana garante o atendimento dos beneficiários, que aguardam a entrega das unidades habitacionais fornecidas pelo Estado.

“Em novembro de 2012, a Seds fez uma força tarefa para regularizar o envio dos recibos de pagamento por parte das famílias que são atendidas pelo programa. Sem esses comprovantes, não temos como efetuar o pagamento, o que causou um atraso nos últimos dois meses. Mas a partir de hoje as famílias já podem ficar tranquilas, pois já demos início ao repasse desses aluguéis”, esclarece o secretário Torres.

Madson Barbosa (Assessoria Seds)

Comentários