SEE lança edição 2013 da Lei de Incentivo ao Esporte

Cely Gomes (Assessoria SEE)

253 projetos foram aprovados no ano passado pela Lei de Incentivo ao Esporte (Foto: Assessoria SEE)
253 projetos foram aprovados no ano passado pela Lei de Incentivo ao Esporte (Foto: Assessoria SEE)

riada para incentivar as dimensões sociais do esporte, a Lei de Incentivo ao Esporte teve seu edital 2013 lançado na manhã desta quinta-feira, 7, no auditório da Secretaria Adjunta de Esporte, com a presença do secretário estadual de Educação e Esporte, Daniel Zen, do secretário adjunto de Esporte, Mauro de Deus, de gestores e desportistas em geral.

O programa Lei de Incentivo ao Esporte foi criado pela lei nº 1.288/99 e pelo decreto nº 4.153.09, para garantir o direito social dos indivíduos à prática esportiva e de lazer, contribuindo para aumentar a qualidade de vida e atender projetos que combinam esporte, educação, participação e lazer, como referência para a formação de indivíduos aptos a conviver melhor em sociedade.

Representantes do projeto “Treinando Futuros Campeões”, na modalidade Boxe Chinês. Grupo foi um dos beneficiados em 2012 (Foto: Assessoria SEE)
Representantes do projeto “Treinando Futuros Campeões”, na modalidade Boxe Chinês. Grupo foi um dos beneficiados em 2012 (Foto: Assessoria SEE)

Este ano, o governo do Estado disponibilizará  R$ 1,3 milhão para serem investidos nos projetos. As inscrições poderão ser feitas pelo portal do esporte www.esporte.ac.gov.br e no site www.see.ac.gov.br, de 7 de fevereiro a 10 de março.

Algumas mudanças também foram estabelecidas para a edição 2013 do projeto, como enfatizou o secretário adjunto Mauro de Deus. “Entre elas, está a oferta de capacitação aos proponentes e a ampliação nas entrevistas nos municípios de Rio Branco, Sena Madureira, Epitaciolândia, Brasileia, Tarauacá, Feijó e Cruzeiro do Sul, que atingirá o maior número de projetos”, explicou.

Para o secretário Daniel Zen, o desenvolvimento de ações esportivas “deve visar o desenvolvimento pleno do cidadão e priorizar o bem estar social aliado à saúde e ao lazer. Nossa expectativa é proporcionar a participação dos interessados através de políticas públicas que assegurem este direito, devidamente coordenado e beneficiado pela Lei de Incentivo como um instrumento de educação”.

Instrumento este que ajudou na participação de Adgeferson Diniz em 2012, com o projeto “Treinando Futuros Campeões”, na modalidade Boxe Chinês. De acordo com ele, “o projeto ajuda a descobrir novos talentos no âmbito esportivo, talentos estes que podem vir a competir em Olimpíadas um dia”.

Números de 2012

  • Projetos inscritos – 556
  • Projetos aprovados – 253
  • Projetos aprovados em Rio Branco – 95
  • Projetos aprovados no interior – 158

Comentários