Sem disputas, deputados elegem nova Mesa Diretora da Aleac

Quem apostava nos rachas, brigas e disputas no voto na eleição da nova Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), perdeu.

MESANUEVAANTIGAOs deputados Elson Santiago (PEN) e Ney Amorim (PT) foram reeleitos para presidente e primeiro-secretário, os dois cargos mais importantes na casa. O terceiro mais importante, a segunda-secretaria, ficou com o novato na mesa, Chico Viga, que apesar de filiado ao PSD do senador Sérgio Petecão, nunca abandonou a base aliada.

O clima ontem nos corredores e no plenário da Aleac nem de longe podia ser comprado à tensão da véspera, quando os deputados Hélder Paiva (PEN) e Luiz Tchê (PDT) batiam o pé e não aceitavam perder a vice-presidência e a segunda-secretaria, respectivamente.

Nas primeiras conversas ontem, numa sala fechada, Hélder Paiva foi o primeiro a ceder a cadeira de vice para Moisés Diniz (PCdoB). Depois foi a vez de Tchê sair da segunda para a recém-criada terceira-secretaria.

O deputado Elson Santiago, que mesmo durante o recesso parlamentar continuou trabalhando normalmente, lembra que em 2012 muitos foram os movimentos, associações, sindicatos e organizações que foram recebidas pelos parlamentares.

“Vamos iniciar nossos trabalhos e, com certeza, teremos um ano de muitas atividades. Queremos continuar caminhando sempre ao lado da nossa população. Vamos continuar fazendo bons debates e aprovando projetos importantes para o desenvolvimento do nosso Estado”, disse.

Santiago consolida administração eficaz

O deputado Élson Santiago (PEN) foi reeleito por unanimidade presidente da Aleac, consolidando o resultado de dois anos de uma administração eficaz no Parlamento. Após a votação Santiago aproveitou para agradecer o empenho de servidores e parlamentares, ressaltar as conquistas da administração e apontar planos para o próximo biênio.

O primeiro ponto destacado pelo presidente foi o consenso entre os parlamentares que permitiu a existência de uma chapa única, para o deputado isso demonstra a maturidade que existe no Parlamento Acreano que permite deixar de lado “rixas políticas” para que se fortaleça o Poder Legislativo.

“Estou muito feliz porque ter sido reeleito e por termos conseguido construir  um consenso para esta  votação, o parlamento é plural e por ser plural o entendimento político exige tolerância, postura democrática, sabedoria política e amplitude. Por dias dialogamos juntos sobre a composição desta mesa para este ano de 2013 e estou feliz com o resultado, agora é arregaçar as mangas e trabalhar muito para o sucesso deste Poder”, falou entusiasmado.

Ney agradece apoio de todos os deputados

Reeleito, com 24 votos, para seu segundo mandato como 1º secretário da mesa diretora, o deputado Ney Amorim fez questão de registrar sua satisfação e agradecer aos colegas. “Quero registrar que houve uma ampla discussão e com a participação de todos os colegas numa atitude muito republicana. Por isso quero agradecer aos 24 colegas que votaram em mim em 2011 e repetiram seu voto neste ano”, disse Ney.

O parlamentar afirmou que esta votação demonstrou maturidade e união, com alguns colegas que pretendiam cargos retirando seus nomes em prol de um consenso. “Agora vamos nos sentar e planejar as ações para que possamos fazer ainda mais pelas pessoas”, concluiu.

O ex-2º secretário José Luis Tchê (PDT) se manifestou satisfeito com a composição da nova mesa diretora. “Está muito bem representada por partidos e pessoas. Para o líder do PT, deputado Geraldo Pereira, na escolha dos nomes prevaleceu o amadurecimento político e a capacidade de discussão, bem como a paciência do presidente Élson Santiago.

A NOVA DIREÇÃO DA ALEAC
Elson Santiago (PEN)     Presidente
Moisés Diniz (PCdoB)    1º Vice-presidente
Jamyl Asfury (PEN)        2º Vice-presidente
Hélder Paiva (PEN)        3º Vice-presidente
Ney Amorim (PT)           1º Secretário
Chico Viga (PSD)           2º Secretário
Luiz Tchê (PDT)             3º Secretário
Antônia Vieira (PSDB)   4ª Secretária
Edvaldo Souza (PSDC)  5º Secretário

Comentários