Telexfree: Divulgadores usam redes sociais e criam abaixo-assinado pelo fim da “perseguição ilegal” no Acre

Da redação, com Gleydison Meireles – ac24horas

No final da tarde da segunda-feira (24), o Desembargador do Tribunal de Justiça do Acre, Samuel Evangelista, indeferiu o agravo de instrumento dos advogados da empresa Ympactus Comercial Ltda., conhecida pelo nome fantasia Telexfree.

O magistrado manteve a decisão liminar da Juíza titular da 2ª Vara Cível da Comarca de Rio Branco, Thaís Queiroz Borges de Oliveira Abou Khalil, que determinou que fossem vedados novos cadastros, bem como que ficasse impedido que a empresa efetuasse o pagamentos aos divulgadores já cadastrados.

Por conta da decisão, os mais de 20 mil divulgadores da Telexfree, detentores de cerca de 70 mil cadastros estão organizando protestos para os próximos dias. No Facebook, os divulgadores já iniciaram as manifestações com um abaixo-assinado contra, o que eles afirmam ser uma “perseguição ilegal” no Acre.

O abaixo-assinado está sendo divulgado por meio das redes sociais e pretende assim tentar sensibilizar a Justiça para uma decisão favorável a empresa.

Veja o Abaixo-assinado:

Considerando os termos dos Arts. 3º, IV; 4º, II; e 5º, IV, V, VI, VII, VIII, IX, X, XIII, XIV, XV, XVI, XVII, XVIII da Constituição da República Federativa do Brasil, promulgada em 5 de outubro de 1988, que nos assegura o direito de:

a) PENSAR (liberdade de consciência);

b) EXPOR NOSSAS IDÉIAS (liberdade de expressão, intelectual e científica);

c) ASSOCIAR PARA APOIAR OS QUE QUEREM SER APOIADOS (liberdade de atuar e/ou fornecer informações à sociedade).

É que abaixo assinamos em total apoio à TelexFREE. Empresa de Marketing Multinível que vem sendo acusada, sem provas, de cometer fraude financeira ao país.

Os signatários

Comentários