Publicado em 21 de junho de 2013

Telexfree: Samoel Evangelista tem 24 horas para apreciar processo

No fim da tarde desta quinta-feira (20), os advogados entraram com um agravo de instrumento.

Presidente da 2ª Câmara Cível, desembargador Samoel Evangelista

Presidente da 2ª Câmara Cível, desembargador Samoel Evangelista

Os advogados da empresa Ympactus Comercial Ltda., empresa de MMN (marketing multinível) representante da Telexfree no Brasil, Horst Vilmar Fouchse e Alexandro Teixeira Rodrigues, recorreram contra decisão liminar da juíza da 2ª Vara Cível da Comarca de Rio Branco, Thaís Queiroz Borges de Oliveira Abou Khallil.

No fim da tarde desta quinta-feira (20), os advogados entraram com um agravo de instrumento. O relator do processo é o presidente da 2ª Câmara Cível, desembargador Samoel Evangelista. Segundo informações, ele tem 24 horas para apreciar o processo, a partir da formalização do protocolo.

Apenas no Acre são cerca de 70.000 cadastros. De acordo com a decisão da juíza, novos cadastros e movimentações financeiras por parte da empresa em todo País estão terminantemente proibidas.

Juíza esclarece sobre processo judicial contra Telexfree

A juíza titular da 2° Vara Civil da Comarca de Rio Branco, Thaís Borges,afirmou em entrevista que o processo judicial contra a Telexfree tem como objetivo apurar se a empresa consiste em uma pirâmide financeira, disfarçada de esquema de marketing multinível. Segundo a assessoria do Tribunal de Justiça do Acre (TJ/AC), os advogados da empresa ingressaram com recurso nesta quinta-feira (20).

Informações do A Gazeta do Acre.

“Providências cabíveis estão sendo adotadas”, diz advogado do Telexfree

Juíza diz que Telexfree é um golpe financeiro e pode prejudicar pessoas

Justiça acreana proíbe novos cadastros e pagamentos do Telexfree

Comentários

Publicidade

AcreLista.com