Transportadoras fecham Ponte da Amizade em repúdio ao tratamento da polícia boliviana

Maus tratos por parte da polícia boliviana aos camioneiros resultou em fechamento da ponte em Epitaciolândia
Maus tratos por parte da polícia boliviana aos camioneiros resultou em fechamento da ponte em Epitaciolândia

Da redação, com Almir Andrade

A ‘Ponte da Amizade’ que liga o Brasil à Bolívia, através do Acre pela cidade de Epitaciolândia, está bloqueada desde o início do dia desta sexta-feira, dia 15, pelas transportadoras que reclamam do tratamento que vem recebendo por parte da polícia boliviana da cidade de Cobija, capital de Pando (Bolívia).

A reclamação é mais uma que se acumula contra o tratamento diferenciado aos motoristas brasileiros, mesmo que estejam com os documentos em dia, já que é necessário entrar no País para poder trabalhar, independente de qualquer transportadora.

As reclamações vem se arrastando a tempos e esta não seria a primeira vez que fecham a ponte, principal acesso ao país vizinho de cargas como gasolina, já que precisam das estradas brasileiras passando por Rondônia e Acre.

Um dos proprietários de transportadora denuncia que um de seus caminhões, foi detido quando foi contratado para transportar madeira sem que fizesse um inventário e lavado ao pátio. Reclamam que a Aduana boliviana nada faz para ajudar nestes casos, mesmo que os impostos sejam pagos e os documentos estejam em dia.

Veja vídeo reportagem com Almir Andrade abaixo.

Comentários