TRE-AC e Governo celebram termo de cooperação para intercâmbio de dados biométricos

DSC_0402

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Acre em exercício, desembargador Samoel Evangelista, e o governador do Estado do Acre, Tião Viana, assinaram na tarde desta terça-feira, 28, termo de cooperação técnica no intuito de realizar intercâmbio de dados biométricos da população coletados pela Secretaria de Segurança Pública do Estado, durante emissão de identidade.

A ideia, segundo o presidente, é fazer um estudo a partir desses dados para saber a possibilidade de o TRE-AC aproveitá-los para agilizar o processo de recadastramento biométrico dos eleitores de Rio Branco. Caso os dados sejam compatíveis com os exigidos pela Justiça Eleitoral, os eleitores poderão passar somente pela revisão dos dados que constam no Cadastro de Eleitores e não mais pela coleta de dados biométricos.

“O sistema biométrico está sendo implantado em vários municípios brasileiros com o objetivo de trazer mais segurança ao pleito eleitoral. No entanto, temos hoje uma carência grande de recursos humanos e esse termo de cooperação poderá agilizar bastante o trabalho da Justiça Eleitoral”, enfatizou o presidente.

Segundo o governador, o poder executivo está à disposição do Tribunal para auxiliar no processo de melhoria das eleições. “É uma grande satisfação contribuir com um instrumento de tecnologia que veio para assegurar ao eleitor que a vontade dele manifestada nas urnas será efetivada”, completou.

O presidente do TRE-AC reforçou que o recadastramento biométrico dos eleitores de Rio Branco é um procedimento obrigatório, e que todos deverão passar pela revisão de dados, ainda que em razão do termo não haja mais necessidade da coleta biométrica.

Pontos de atendimento biométrico     

O atendimento biométrico em Rio Branco está ocorrendo no Fórum Eleitoral de Rio Branco, localizado na BR 364, Km 02, em frente ao TRE-AC, e no prédio localizado na Avenida Ceará, 861, próximo ao Terminal Urbano, das 8h às 14 horas. Os eleitores devem portar os seguintes documentos: título de eleitor, identidade, CPF (se houver) e comprovante de endereço. Eleitores do sexo masculino que vão tirar o título pela primeira vez e já têm 18 anos devem ainda apresentar o certificado de reservista.

Assessoria TRE

Comentários