TSE confirma impugnação e Dêda fica impedido de assumir prefeitura

Dêda como é conhecido foi o candidato mais votado, mas está impedido de assumir o cargo.
Francisco Vagner Santana de Amorim, o "Dêda"/Foto: Juruá Online
Francisco Vagner Santana de Amorim, o “Dêda”/Foto: Juruá Online

Em sessão realizada na última segunda-feira (17) os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmaram a decisão que já havia sido tomada pelo TRE/AC de impugnação da candidatura de Francisco Vagner Santana de Amorim, para a prefeitura de Rodrigues Alves.

Dêda como é conhecido foi o candidato mais votado, mas está impedido de assumir o cargo.

Segundo acórdão publicado pelo TSE, Dêda teve as contas reprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-AC) quando foi prefeito do município.

De acordo com a leitura feita pela ministra relatora Laurita Vaz, o recorrente não aplicou de forma integral recursos recebidos para a educação e ainda teria se valido de falsificações de assinaturas em recibos para fins de prestação de contas.

Com a ratificação da decisão da corte estadual, Francisco Ernilson de Freitas, mais conhecido por Burica do PT continuará no poder, já que ele foi o segundo mais votado quando concorreu à reeleição no último pleito.

Mesmo com a decisão, Dêda continua exercendo uma função pública, logo após a eleição ele foi nomeado pelo Governo do Estado como coordenador de projetos e processos II, na Secretaria de Estado de Articulação Institucional – SAI. A nomeação consta no Diário Oficial do Estado edição do dia 10 de outubro.

Fonte: Juruá Online

Comentários