Vereador denuncia maus tratos contra presos brasileiros na Bolívia

De acordo com o vereador, são 28 brasileiros presos no país vizinho e sofrendo maus tratos; destes, 14 são acreanos.

Vereador Rubensley Rodrigues Lima (PRP), de Epitaciolândia/Foto: Agência ContilNet
Vereador Rubensley Rodrigues Lima (PRP), de Epitaciolândia/Foto: Agência ContilNet

Da redação, com Contilnet

O vereador Rubensley Rodrigues Lima (PRP), de Epitaciolândia, esteve na terça-feira (3) na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) para relatar à Comissão de Direitos Humanos os maus tratos sofridos por presos brasileiros na Bolívia.

De acordo com o vereador, são 28 brasileiros presos no país vizinho e sofrendo maus tratos; destes, 14 são acreanos.

Ainda segundo o vereador, os familiares denunciam a existência de um plano para executar os brasileiros, que já foram vítimas de um motim, ocorrido no início do ano no presídio de Vila Bush.

Na ocasião, a chacina que aconteceu era para ter ocorrido na cela onde estavam os brasileiros, mas os responsáveis pela barbárie erraram de cela no momento da rebelião.

Após a rebelião, os presos foram transferidos para outras duas cidades bolivianas –  Santa Cruz de La Sierra e La Paz – deixando os familiares sem notícias e impossibilitados de realizar visitas.

De acordo com as denúncias levadas aos parlamentares estaduais, os brasileiros estariam sofrendo agressões diariamente, além de constantes ameaças, e um deles teria sido violentado sexualmente.

Outro preso, que está na cidade de La Paz, tem problemas cardíacos e corre risco de morte.

Diante das denúncias, a Comissão de Direitos Humanos da Aleac e mais alguns parlamentares estarão viajando para Santa Cruz para acompanhar o caso e tentar o retorno dos brasileiros para o presídio de Vila Bush.

Comentários