“Não falta mais nada nesta terra onde o pavor das elites é uma operação de combate à corrupção”

Alessandra Marques e Sérgio Moro/Foto: Reprodução
EVERTON DAMASCENO, DO CONTILNET

Alessandra Garcia Marques, saiu em defesa dos juristas brasileiros e escreveu em seu perfil no Facebook notas de apoio à Operação Lava Jato.

Após a polêmica do vazamento de conversas entre o Ministro da Justiça, Sérgio Moro, e o Procurador da República, Deltan Dallagnol, a promotora de justiça do Acre, Alessandra Garcia Marques, saiu em defesa dos juristas brasileiros e escreveu em seu perfil no Facebook notas de apoio à Operação Lava Jato.

Em uma das publicações, a titular da vara de Defesa do Consumidor disse que o pavor de algumas “elites” é uma operação de combate à corrupção.

“Não falta mais nada nesta terra onde o pavor das elites é uma operação de combate à corrupção. Agora promotor deve ser inimigo de juiz, que deve ser inimigo de promotor, mas deve ser amigo de outras figuras por aí. Falem sério! Atuo há vinte e três anos praticamente no MP nunca tive um inimigo no Judiciário, onde os recursos não atrapalharam minhas relações pessoais, tenho amigos na Defensoria e nas advocacias privada e pública, e não deixarei jamais de tê-los, porque tenho, e tenho mesmo, deveres seríssimos quando estou num processo. Segue o jogo! Vamos ver qual é a próxima desculpa para enterrar a Lava Jato”, escreveu.

Em outra publicação, Alessandra usou a frase “Força Lava Jato”.

“O combate à corrupção não pode morrer, porque as elites neste país têm vivido de dinheiro espúrio advindo em grande parte dos cofres públicos. Força, Lava Jato!”, disse.

Comentários