6 presos: Operação policial fecha “Boca das Meninas” em Xapuri

Momento do flagrante na ‘boca das meninas’, resultou na apreensão de entorpecentes e dinheiro proveniente do comércio ilegal Alexandre Lima Uma grande operação onde contou com policiais militares e Civis...

Momento do flagrante na 'boca das meninas', resultou na apreensão de entorpecentes e dinheiro proveniente do comércio ilegal
Momento do flagrante na ‘boca das meninas’, resultou na apreensão de entorpecentes e dinheiro proveniente do comércio ilegal

Alexandre Lima

Uma grande operação onde contou com policiais militares e Civis da cidade de Xapuri, resultou na prisão de pessoas acusadas da prática de comercialização de entorpecentes no Bairro Laranjal e tinha um ponto de venda, conhecido como ‘Boca das Meninas’.

Os acusados vinham sendo monitorados a cerca de um mês por uma equipe de agentes civis coordenada pelo APC Eurico Feitosa. Depois de obterem informações suficientes, foi realizado uma grande ‘batida’ onde contou com ajuda de policiais militares.

De surpresa, foram presos em flagrante delito por tráfico de drogas na cidade de Xapuri, o grupo criminoso composto por: Nábia dos Santos Silva, Iasmim Silva de Souza, Vanuza Lopes da Silva, Maicon Negreiro de Oliveira, Saymom Alves Batista e Maxwillian da Silva; que agiam no Bairro Laranjal.

Durante as investigações, foi identificado que o grupo também utilizava outras pessoas para fazerem parte do comércio ilícito de drogas, entre eles menores de idade. Há menos de uma semana foram presos em flagrante delito por tráfico de drogas, quatro soldados do tráfico que trabalhavam para o grupo citado.

Em poder do grupo foram encontrados drogas e dinheiro proveniente do comercio ilícito. Segundo foi informado, no período de uma semana foram presos 13 pessoas por envolvimento no tráfico de drogas, na cidade de Xapuri.

Todas as prisões foram consequência de um trabalho de investigação e prisão foram autorizados pelo Delegado Antonio e sua equipe. Por parte da Polícia Militar, a ação foi comandada pelo Sargento João Ribeiro.

Comentários