novo-centro-cultural-57

O senador Sérgio Petecão (PSD) disse em Brasileia, na última sexta-feira, que o “PT aparece durante as enchentes dos rios, faz o maior ciscado, fala em solidariedade, mas depois desaparece”. A definição sobre esse comportamento “inadequado” do PT foi feita de público durante ato de reinauguração do Centro Cultural Sebastião Dantas, obra realizada pelo prefeito Everaldo Gomes (PMDB) com emendas alocadas pelo próprio Petecão.

O centro reinaugurado está localizado no bairro Ferreira da Silva, na parte alta de Brasileia. São 680 metros quadrados, com salas separadas para atividades culturais das mais diversas. O auditório comporta pelo menos 300 pessoas sentadas. O custo da obra foi de R$ 610. Artistas do município e até da vizinhança podem utilizar o espaço para suas exposições, segundo disse o prefeito.

Ao criticar o PT o senador Sérgio Petecão foi solidário ao prefeito Everaldo, “que sofre na pele” por ser de um partido que é oposição no Acre. “O PT faz assim com seus adversários”, explicou o senador, antes de elogiar a obra realizada pela prefeitura. “Fico satisfeito porque vejo que o dinheiro foi bem aplicado aqui. Estão de parabéns o prefeito Everaldo e toda a sua equipe”, elogiou.

Sobre o PT aparecer somente durante as intempéries climáticas, o senador Petecão disse que esse é um comportamento natural. “Eles dão carão em todo mundo durante as enchentes, como se só eles fossem solidários. Só que depois somem e os prefeitos que se virem. É o caso daqui de Brasileia. Faz pena o prefeito Everaldo se virar sozinho, com a prefeitura sem dinheiro, para tentar reerguer uma cidade destruída pela enchente do rio Acre”, afirmou.

O prefeito da cidade, Everaldo Gomes, entrou no clima com as declarações do senador Sérgio Petecão. “Nota de solidariedade não reconstrói um município castigado pela cheia como foi o nosso”, disse. O prefeito também rasgou elogios ao senador Petecão pela disponibilidade de brigar em Brasília pela liberação de recursos. “Agradeço a Deus e ao senador Sérgio Petecão pela seriedade com que trata a liberação de recursos em Brasília em favor do nosso município”, afirmou.

A reinauguração do centro cultural reuniu artistas da região e foi marcada pela apresentação de um musical chamado Jabuti bumbá, patrocinado pelo Sesc de Rio Branco. O secretário de Cultura da prefeitura, Roberto Nascimento da Silva, concluiu que a apresentação reincorpora o espírito artístico, desaparecido desde em que o centro foi abandonado pelo poder público.

Comentários