DIMAS-COLUNANão caiu bem

Uma imagem publicada pelo Ministério da Justiça no Facebook, provocou polêmica ao relacionar descendentes de angolanos e ganeses à imigração. Na postagem, um jovem negro diz: “Meu avô é angolano, meu bisavô é ganês. Brasil, a imigração está no nosso sangue”

Contradição

Líder do PMDB reconhece alta carga tributária, mas defende CPMF. Vai entender… É cada uma viu! Picciani reconheceu que a carga tributária brasileira é alta e sugeriu maior aprofundamento sobre o debate. Ele também propôs a discussão da reforma da previdência.

Cálculo da corrupção

O presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, disse em depoimento à CPI da Petrobras que o cálculo do prejuízo da empresa com corrupção foi baseado no que disseram os delatores da Operação Lava Jato.

Fechando o cerco

O presidente do Conselho de Ética da Câmara, José Carlos Araújo (PSB-BA), disse nesta quarta-feira (14) que o processo para apurar suposta quebra de decoro do presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), deverá estar concluído até o fim deste ano, apesar de o prazo final de tramitação no conselho ser de até 90 dias, o que daria no fim de janeiro.

Concordo com o senador

Senador Sérgio Petecão desabafa e diz ser um absurdo sair do Acre enfrentar horas de voô e simplesmente não ter Ordem do Dia. Segundo o senador, é uma “piada” .

Foi apenas um almoço

Relatório da Polícia Federal revela almoço do líder do PT na Câmara, Sibá Machado (AC), com o almirante Othon Luiz Pinheiro da Silva, ex-presidente da Eletronuclear apenas 25 dias antes de o militar ser preso por ordem da Justiça Federal na Operação Radioatividade. Desdobramento da Lava Jato.

A multiplicação

Todos sabemos que no Brasil e sobretudo no Acre, existiu o oposto do escrito no livro sagrado. Aquela velha passagem bastante conhecida da multiplicação dos peixes, mas alguns usaram de um dom diferenciado e multiplicaram os PESCADORES, que agora correm o risco de serem retificados pelo divino.

Cortes nas prefeituras

O Brasil enfrenta uma das maiores crises de sua história isso é fato, grande parte das prefeituras terão extremas dificuldades em pagar o 13º salário. Alguns gestores resolveram acatar uma medida não tão popular demitindo alguns funcionários.

Brasileia e Epitaciolândia

As prefeituras dos municipios de Brasileia e Epitaciolândia deverão anunciar juntas, a demissão de aproximadamente 280 pessoas. É certo que será ruim pra economia local, mas é uma medida extremamente necessária para a normalidade dos trabalhos e cumprimento de pagamentos futuros, sobretudo o 13º.

Rosimari e Sérgio Lopes

O que antes parecia estar definido, parece tomar outros rumos. Ouvi de uma fonte próxima de Rosimari, que a mesma não estaria mas disposta a ser pré-candidata a vice de Sérgio Lopes. segundo a fonte, tudo será definido mediante as pesquisas.

Gastos do governo

No dia em que o governo publicou Decreto para diminuir as despesas com carros oficiais e viagens, o Ministério do Planejamento informou que, em 2014, o governo gastou R$ 470,408 milhões com viagens de classe econômica, R$ 12,395 milhões em passagens aéreas de classe executiva e R$ 288,187 mil com viagens de primeira classe.

Todos irão pagar a conta

Todos os setores da sociedade terão de contribuir com o ajuste fiscal, disse hoje (14/10) o ministro da Fazenda, Joaquim Levy.

DE FRENTE COM DIMAS:

foto manoAlberto José Kairala Sfair

O que mudou da antiga década de 70, 80 e 90 para Brasileia pra atual?

Muita coisa meu filho. Eram décadas em que existia mais amor e paz, hoje nossa querida Brasileia enfrenta grandes dificuldades, passamos por duas enchentes terríveis onde, na prática, a ajuda do governo foi pífia. Estamos aqui como verdadeiros guerreiros lutando por melhorias pra nossa cidade.

Seu Kairala… Qual a diferença da política atual pra antiga?

Antigamente havia mais respeito hoje está uma bagunça total. Antigamente não tinha o dinheiro pra investir como existe hoje que tinha hoje. Jorge Kalume na época governador, me convidou a sair candidato a prefeito, eu sabia das dificuldades não aceitei, foi o compadre Elson Dias Dantas que saiu. Eu sai como vice do meu compadre, depois tivemos como meu sobrinho Milton Esteves. Doei 12 hectares pra ufac e foi depositado na minha conta, R$26 mil reais, Brasileia sempre dependeu do governo.

Kairala, tivemos duas enchentes que entraram pra história como os episódios mais tristes de nossa cidade, o Senhor como comerciante foi um dos prejudicados, porém, o comércio local já vinha um pouco debilitado, podemos afirmar que chegamos a essa situação apenas por conta das enchentes ?

Não meu caro Dimas, existe um conjunto de fatores, o comércio já vinha perdendo espaço pro comércio boliviano. No País vizinho existe área de livre comércio, o que facilita muito… Claro, as enchentes com um conjunto de obras mal feita, a crise se agravou e hoje temos a maioria de nossos amigos comerciantes totalmente individados, sem dinheiro e sem crédito. Muito dificil a situação, vamos acreditar em Deus e ter muita fé pra que não ocorra outra enchente em 2016.

Por que Cobija evoluiu tanto e nós ficamos para trás?

Existe vários fatores pela qual eu atribuo como um dos principais; a falta de incentivos aos nossos comerciantes, existem muitas cobranças inclusive altissimas, sabemos que pagamos uma carga tributária bem elevada… Um outro fator; em Cobija existe área livre de comércio e isenção de impostos, o que tira nosso poder de competitividade.

Como o senhor avalia o atual prefeito?

Pegou uma cidade regular de um mandato de 12 anos. Não quero aqui isentar o prefeito de algumas situações que estamos vendo e vivendo, mas, o País passa por uma crise pela qual nunca vi igual. Falta dinheiro, falta interesse em ajudar por parte das esféras maiores.

É hora de tirar a Dilma?

No mínimo, a sociedade brasileira tem que dar sinais claro de que não aceita mais o que estamos vendo todos os dias. Chegamos a um nível de corrupção inaceitável, se não houver punição séria a esse governo, só Deus, apenas Deus pra salvar esse País.

Seu Kairala, seu irmão foi morto pelo pai do ex-presidente e atual senador da República Fernando Collor de Melo. Kairala José Kairala tinha apenas 39 anos de idade e levou um tiro dentro do Congresso Nacional… Como foi isso tudo na época, como foi pra familia?

Dimas Gurgel primeiro quero te mostrar o quadro com a foto do meu querido irmão, foi um momento triste não apenas pra familia Kairala, mas para a política brasileira. Mataram um politico jovem cheio de sonhos, dos melhores possiveis que se possa imaginar, foi tudo muito rápido. Ninguém, absolutamente ninguém esperava. Meu irmão era um homem forte e naquele momento foi apontado por colegas pra evitar uma possível briga entre entre Arnon de Melo e Silvestre Péricles ambos de Alagoas. E assim ocorreu, meu irmão deu a vida pra defender o próximo, atitude linda mas custou sua vida. Arnon Melo sobe a tribuna e começa a discursar e a emitir ofensas a Péricles, foi quando a discussão ficou insustentável e Arnon Melo Pai de Collor, sacou uma arma meu irmão viu entrou no meio, Arnon atirou e atingiu meu irmão. Episódio esse que nunca esqueci, nem o Brasil esqueceu, isso tudo aconteceu onde era pra existir respeito e ordem, ACONTECEU NO CONGRESSO NACIONAL.

Um recado pra juventude

A Juventude hoje está trocando a noite pelo dia dormem tarde. A televisão, internet, redes sociais muitas vezes acaba afastando as familias, o diálogo é sempre o melhor caminho. Hoje os jovens pouco conversam com seus pais, o respeito quase não existe na maioria dos lares, o vício também está presente, mas amo os jovens e acredito que juntos podem mudar o mundo pra melhor.

Considerações finais

Obrigado Dimas Gurgel, neto de Dona Rita que era uma grande amiga da minha família. Agradeço ao jornal oaltoacre, quero dizer que o Brasil não merece o que está passando, somos um País gigante. Deus foi generoso com o nosso País, basta apenas tratarmos dele com carinho, para combater esse câncer chamado corrupção e teremos uma País lindo e de paz.

Dedicada ao Alan Kairala meu neto.

Comentários