Conecte-se conosco

Cotidiano

ABNT publica norma para definir tamanho de roupas femininas

Publicado

em

Associação sugere dimensões em centímetro para cada biotipo

Rio de Janeiro – Vitrine de roupas em loja de rua, comércio no Centro do Rio. (Fernando Frazão/Agência Brasil)

A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) publicou em seu catálogo a nova norma para definir tamanho de roupas femininas, incluindo as dimensões em centímetros de cada peça e não somente por número ou letra

A superintendente do Comitê Brasileiro de Têxteis e do Vestuário da ABNT, Maria Adelina Pereira, disse à Agência Brasil que todo o conjunto de normas sobre medidas de corpo nos segmentos masculino, feminino e infantil já era um “sonho e um desejo” da entidade para atender ao mercado. Segundo ela, o grande desafio era a questão de o Brasil ser um país continental, com miscigenação ampla e, ao mesmo tempo, oferecer biotipos das mais diferentes etnias. “Essa era a grande dificuldade”, disse.

De acordo com Maria Adelina, havia empresas que desejavam essa norma como uma orientação e outras que preferiam ter o cliente no provador. A pandemia covid-19 demonstrou como é difícil levar o cliente ao provador que, em muitos casos, não tem espaço desejado. Ainda segundo a superintendente, tem a questão do suor e da maquiagem que podem manchar as peças que estão sendo provadas. “Tudo isso é uma grande motivação para se tentar reduzir a ida ao provador.”

A superintendente destacou também que, “com o advento do e-commerce [comércio eletrônico] explodindo na pandemia, se viu que é possível fazer uma venda sem, necessariamente, a pessoa entrar na roupa e aprovar a compra. Isso foi muito positivo e fez com que as marcas, as lojas, as fábricas, vissem que o sistema de vestibilidade, que consiste em declarar a medida que a modelista utilizou, é muito útil”.

Consenso

Antes da publicação, a norma passou por vários estudos e por duas consultas nacionais até que o comitê chegasse a um consenso, para que o texto pudesse virar um documento técnico para a sociedade. A norma é voluntária. A confecção ou marca adere se quiser.

Maria Adelina disse, contudo, que a adesão tem sido grande por parte das empresas, que estão entrando em contato com a ABNT no sentido de, principalmente, comparar o que elas praticam atualmente nas suas tabelas de medida com o seu perfil de público para ver se estariam dentro do que a norma sugere na tabela de exemplos e medidas para o corpo retangular e para o corpo colher. Esses dois modelos representam 80% da população feminina brasileira, segundo pesquisas levantadas para o estabelecimento da norma. “Há uma grande curiosidade nesse sentido”, disse.

A superintendente disse que não houve manifestações contrárias.

O corpo retângulo predomina nos quase 10 mil corpos que foram medidos em todo o Brasil pelo Senai Cetiqt. As medidas de busto, cintura e quadril têm diferenças muito pequenas, que acabam estabelecendo essa figura geométrica. Já o corpo colher não é reto do busto à cintura, mas apresenta diferença muito significativa para o quadril.

Maria Adelina disse que a centimetragem é um sistema já adotado em outros países, como os Estados Unidos, por exemplo. “Facilita muito”, disse.

As peças têm tags, ou etiquetas, que orientam os consumidores na hora da compra, informando medidas de tórax, no caso de homens, por exemplo; de estatura, no caso de crianças. “Nessa indicação da vestibilidade, a centimetragem ajuda muito na escolha, na redução de troca na loja, no acerto para quem dá um presente”.

Maria Adelina não duvida que a tendência será de adoção da nova norma pelo setor têxtil e de vestuário.

Posicionamento

A publicação da norma é resultado de um amplo estudo conduzido pelo Comitê Brasileiro de Têxteis e do Vestuário da ABNT com representantes do setor, como o Senai Cetiqt, modelistas, entidades como a Associação Brasileira do Plus Size (ABPS) e de redes varejistas.

Ao determinar a forma do corpo e indicar medidas apropriadas, o novo sistema permite que o cliente escolha o seu tamanho adequadamente, explicou a superintendente Maria Adelina.

A norma sugere dimensões em centímetro para cada biotipo, levando em conta desde o perímetro da cabeça, pescoço, ombros, busto, cintura, quadril, costas, coxa, joelho, panturrilha até o tornozelo.

A jornalista e consumidora Flávia Ghiurghi aprovou a norma. Em depoimento à Agência Brasil, ela destacou que a iniciativa da ABNT “vem bem a calhar para nós”. “Diferentemente das francesas, por exemplo, que, de modo geral, têm um padrão de corpo mais esbelto, as brasileiras são mais curvilíneas. Aqui, o biotipo da maioria das mulheres é caracterizado por quadris largos, coxas grossas, bumbum grande. Eu, por exemplo, uso calça do 36 ao 42, dependendo da marca. Na parte de cima, as blusas vão do P ao GG. Acho um absurdo não ter uma padronização nos tamanhos das roupas. As lojas de grife praticamente vendem peças para modelos. O número 40 é referente ao 36. Costumo comprar bastante em lojas online e acabo me baseando mais nos comentários das clientes do que nos tamanhos indicados das peças”.

Flávia acredita que, se essa norma da ABNT for realmente aplicada, “vai ser muito mais fácil comprar a roupa certa para cada tipo de corpo”.

A Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit) disse que “a norma é pública e acessível pelas empresas interessadas”. “A Abit faz a divulgação, assim como faz com temas de interesse do setor.”

O ABTN Catálogo pode ser adquirido ao preço de R$ 166,85. A norma é cobrada por se tratar de um direito autoral.

Comentários

Cotidiano

Palmeiras derrota Corinthians e conquista Brasileiro sub-20

Publicado

em

Atacante Endrick (foto) brilha e marca o gol da vitória de 1 a 0

O Palmeiras conquistou o título do Campeonato Brasileiro sub-20, neste domingo (25) na Neo Química Arena, em São Paulo, após derrotar o seu arquirrival Corinthians por 1 a 0 com gol de um dos jogadores mais promissores de sua base, o atacante Endrick.

Esta é a segunda oportunidade na qual o Verdão levanta o caneco da competição (após ficar com o título em 2018), o que garante a sua presença na Supercopa do Brasil Sub-20, competição que reúne os campeões do Brasileirão e da Copa do Brasil da categoria.

Em uma partida muito disputada, na qual o Timão contou com o apoio de sua apaixonada torcida, o gol da vitória saiu aos 18 minutos do segundo tempo, quando Endrick recebeu a bola no meio-campo, avançou até a entrada da área e bateu colocado, no cantinho, para superar o goleiro adversário.

“O Palmeiras aprendeu a trabalhar com excelência na base. A tendência é que continuemos revelando e conquistando, porque essas duas coisas, na minha opinião, estão interligadas. Se você forma bem, naturalmente as conquistas irão aparecer”, declarou o técnico do Palmeiras, Paulo Victor, após o título.

 

 

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Caio Souza é ouro nas barras paralelas em etapa da Copa do Mundo

Publicado

em

Campeã olímpica Rebeca Andrade é prata nas paralelas assimétricas

O brasileiro Caio Souza conquistou, neste domingo (25), a medalha de ouro nas barras paralelas da etapa de Paris (França) da Copa do Mundo de Ginástica Artística, evento que foi realizado na Bercy Arena, instalação esportiva que receberá os eventos da modalidade nos Jogos Olímpicos de 2024.

 

Além da medalha dourada nas paralelas, conquista que alcançou com uma nota 14.700, o atleta garantiu uma prata no salto sobre a mesa ao somar 14.575 pontos. Nesse aparelho, ficou atrás apenas do turco Adem Asil.

“Esses resultados mostram que o meu trabalho está sendo feito, e corretamente! Agora é voltar para casa e acertar os detalhes para subir mais um degrau”, disse Caio Souza.

Quem também brilhou foi a campeã olímpica e mundial Rebeca Andrade, que garantiu a prata nas paralelas assimétricas.

“Faço um balanço muito positivo sobre nossa participação nesta competição. Em alguns aparelhos nos quais havia cerca de 50 ginastas competindo, nossos meninos se classificaram nas primeiras colocações. Tivemos dois finalistas no salto e um no solo, argolas, barra e paralelas. Isso demonstra que nossa ginástica está entre as melhores do mundo. Agora é voltar para o Brasil e avaliar o que podemos melhorar para o Mundial”, declarou o coordenador de ginástica artística masculina da Confederação Brasileira de Ginástica, Marcos Goto.

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Brasil estreia com vitória no Mundial de vôlei feminino

Publicado

em

Seleção brasileira superou a República Tcheca por 3 sets a 1

O Brasil estreou com vitória no Campeonato Mundial de vôlei feminino, pois superou a República Tcheca por 3 sets a 1 (parciais 25/20, 25/16, 22/25 e 25/18), neste sábado (24) no Gelredome, em Arnhem (Holanda).

O grande destaque da partida foi a capitã da seleção brasileira, a ponteira Gabi. A atleta, que defende o Vakifbank, da Turquia, somou 24 pontos.

Agora, a equipe comandada pelo técnico José Roberto Guimarães mede forças com a Argentina, na próxima segunda-feira (26), a partir das 13h30 (horário de Brasília).

Comentários

Continue lendo

Em alta