Conecte-se conosco

Flash

Acre é o 2º estado do Norte que menos foi prejudicado na expectativa de vida com a pandemia

Publicado

em

Publicação internacional mostra que mesmo diante do cenário caótico no país causado pela pandemia, no Acre a diminuição da expectativa de vida de sua população foi uma das menores da região Norte

Enquanto a Covid-19 causou a perda de mais ou menos 3 anos na expectativa de vida dos brasileiros de um modo geral, no Acre essa redução foi menor. É o que concluiu um estudo divulgado pela editora de artigos científicos Springer Nature, uma empresa teuto-britânica especializada em publicações acadêmicas.

Profissional de enfermagem da Unidade Mista de Saúde de Acrelândia; a dedicação dos trabalhadores em saúde aliada às políticas do governo Gladson Cameli permitiram que enfrentamento da pandemia fosse encarado com muita seriedade Foto: Odair Leal/Secom

O estudo mostra que a Covid-19 no Brasil resultou na perda de mais ou menos 3 anos da expectativa de vida de sua população. No Acre, no entanto, a notícia mais favorável é a de que o estado foi o segundo na região Norte a sentir menos, com sua população perdendo pouco mais que 1 ano de vida.

Marcos Lima, do Departamento de Vigilância em Saúde, da Secretaria de Estado de Saúde do Acre Foto: Odair Leal/Secom

Na região Norte, o Acre ficou apenas atrás do Tocantins, onde a redução da expectativa de vida foi de 1.18 ano. No Acre, ela ficou em 1.79.

“Todos os outros [estados do Norte] perderam dois anos ou mais de expectativa de vida”, explica Marcos Lima, epidemiologista da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre).

Calçadão do Colégio Acreano, no centro de Rio Branco, em junho de 2020; no auge da pandemia, população já se precavia contra os efeitos da contaminação, em parte graças aos alertas do governo do Estado Foto: Odair Leal/Secom

Para chegar a esses números, os editores da Springer Nature analisaram a quantidade de mortes na pandemia e mostraram que, mesmo diante de um cenário caótico no país, o Acre foi o segundo estado da região Norte que sentiu menos o número de óbitos.

Profissional da Saúde prepara dose de vacina contra o coronavírus; governo do estado sempre esteve presente nas ações da imunização Foto: Odair Leal/Secom


Isso se dá em razão da forma como o governo do Estado lidou com a pandemia, desde o surgimento dos primeiros casos.

A leitura que faz Marcos Lima é a de que a concentração de esforços no enfrentamento da pandemia, com organização e seriedade, permitiu ganhos formidáveis.

Trabalhador descarrega aeronave com insumos para os hospitais de campanhas instalados pelo governo do Estado para o tratamento de vítimas da Covid-19 Foto: Odair Leal/Secom

“A pesquisa é uma prova que mesmo com as dificuldades que temos, nos organizamos e conseguimos sofrer menos com a pandemia. Se não tivéssemos tido essa organização, poderia ter havido mais casos e, consequentemente, muito mais mortes, refletindo precariamente na saúde do Acre como um todo”, ressalta o profissional.

Comentários

Flash

Um brasileiro e três bolivianos são detidos por organização criminosa em Cobija/Bolívia

Publicado

em

 

A polícia boliviana prendeu na tarde deste sábado, 06, três bolivianos e um brasileiro por organização criminosa e suspeição pela morte de três pessoas com disparo de arma de fogo.

De acordo com informações fornecida pelo ministro do governo Eduardo del Castillo, a organização têm provocado medo a população da capital Pandinha e com uma incansável investigação foi possível desvendar os autores do caso.

O ministro destacou em sua fala que duas das vítimas foi morto com pelo menos seis tiros de arma de fogo e o terceiro também por disparo de arma, porém, em quantidade menor segundo o relatório oficial.

Os apreendidos são os bolivianos

Angel Isaac A.

Anderson Junior L. M. A

Denis M.T

E o brasileiro é um menor de idade identificado como:

Bruno C. A.

A operação foi denominada como “Operação Fênix” e todos os envolvidos foram colocados sob o ministério público do país de forma a ser julgado de acordo com as provas apresentadas

Comentários

Continue lendo

Flash

Boletim da Sesacre registra apenas 1 novo caso de coronavírus neste domingo, dia 7

Publicado

em

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), por meio do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS), informa que foi registrado 1 novo caso de coronavírus neste domingo, 7, de agosto. O número de infectados notificados é de 145.488 em todo o estado.

Até o momento, o Acre registra 351.311 notificações de contaminação pela doença, sendo que 205.794 casos foram descartados e 29 exames de RT-PCR aguardam análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen). Pelo menos 128.473 pessoas já receberam alta médica da doença, sendo que 24 continuavam internados até o fechamento deste boletim.

Os dados da vacinação contra a covid-19 no Acre podem ser acessados no Painel de Monitoramento da Vacinação, disponível no endereço eletrônico: http://covid19.ac.gov.br/vacina/inicio. As informações são atualizadas na plataforma do Ministério da Saúde (MS) e estão sujeitas a alterações constantes, em razão das informações inseridas a partir de cada município.

Nenhum óbito foi notificado neste domingo, 7, fazendo com que o número oficial de mortes por covid-19 permaneça em 2.021 em todo o estado.

Sobre a ocupação de leitos no estado, acesse:
http://covid19.ac.gov.br/monitoramento/leitos

Comentários

Continue lendo

Flash

Na BR-317, veículo roubado em Rio Branco é recuperado pelo Gefron-AC, poucas horas após o crime 

Publicado

em

No início da madrugada deste domingo, 7, durante abordagem, na BR-317, no município de Xapuri, uma guarnição do Grupo Especial de Fronteira (Gefron-AC), em cumprimento à Operação Hórus, do Programa Guardiões das Fronteiras, logrou êxito em recuperar mais um veículo roubado na cidade de Rio Branco. O condutor da caminhonete S 10, ano 2022, foi preso e conduzido à delegacia daquele município.

De acordo com a equipe do Gefron, ao ser abordado, o motorista afirmou não portar habilitação nem a documentação do veículo, confessando ser a caminhonete produto de roubo, praticado há algumas horas, em uma empresa, no bairro Distrito Industrial, na capital acreana.

Ainda à guarnição, o acusado revelou que o destino do veículo seria a cidade de Epitaciolândia (Alto Acre), onde seria entregue a uma pessoa, a qual não conhecia, para, em seguida, ser levado à Bolívia.

Após o flagrante, o Gefron apurou que o vigia da empresa, durante o fato criminoso, foi levado ao bairro Praia do Amapá, em Rio Branco, onde permaneceria, em cárcere, até que a caminhonete atravessasse a fronteira.

Comentários

Continue lendo

Em alta