Dados são referentes ao período de abril de 2018 e abril de 2019. Em um ano, 1.031 empresas foram abertas no estado.

Em um ano, 1.031 empresas foram abertas e 715 fecharam no estado — Foto: Reprodução/Rede Amazônica Acre
Por Iryá Rodrigues

Mais de 700 empresas fecharam no Acre em um ano, segundo dados divulgados pela Junta Comercial do Acre, nesta quarta-feira (8). Os números são referentes ao período de abril de 2018 a abril de 2019.

Em um ano, 1.031 empresas foram abertas no estado e outras 715 fecharam. De acordo com o levantamento, somente no mês de abril do ano passado foram abertas 88 empresas, enquanto que 60 fecharam.

Já no mês de abril deste ano, 117 empresas abriram as portas e outras 59 fecharam. Para o presidente da Junta Comercial, Carlos Afonso, o número de empresas fechadas não é considerado alarmante.

“Levando-se em consideração a situação do país, eu acho que está dentro da normalidade. Estaria ruim se estivesse fechando mais empresas do que abrindo. Se está abrindo mais que fechando, então está bom”, afirmou Afonso.

Quanto ao número total de empresas ativas no estado, Afonso afirmou que não é possível afirmar, porque muitas já estão fechadas, mas não foram até a Junta Comercial dar baixa.

“Nós vamos começar um trabalho agora de depuração. Quem estiver há mais de cinco anos sem nenhuma movimentação na Junta Comercial, a gente vai começar um processo de extinção, aí vamos ter um acervo bem real”, disse o presidente.

Sobre expectativa de aumento na abertura de empresas no estado, o presidente afirmou que as pessoas ainda não estão confiantes.

“No negócio, depende muito da credibilidade e confiança que as pessoas vão ter no governo. O mercado ainda está muito desconfiado, o que é natural”, concluiu.

Comentários