Dados do banco de monitoramento mostram que o Acre tem mais de 1,4 mil mandados de prisão pendentes (Foto: Reprodução/CNJ)

O Acre tem mais de 1,4 mil mandados de prisão pendentes, conforme dados do Banco Nacional de Monitoramento de Prisões do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Desses, 874 criminosos nunca chegaram a cumprir pena e são procurados, o que representa 61,6% dos mandados pendentes.

Outras 544 pessoas chegaram a ser presas, mas se evadiram do sistema prisional e são consideradas foragidas.

Ao todo, 6.629 pessoas estão presas nas unidades penitenciárias do Acre, segundo o CNJ. Desses, 2.549 são provisórios o que representa 38,51% dos detentos.

Os condenados somam 4.070, sendo 2.950 com execução definitiva de pena, total de 44,57%. Outros 1.120, número que corresponde a 16,92% dos detentos do sistema prisional do estado, cumprem pena em execução provisória.

Os homens são maioria no sistema prisional e somam 6.239 enquanto há apenas 393 mulheres.

Comentários