Conecte-se conosco

Flash

Acre terá feriado estadual antecipado para terça-feira

Publicado

em

Segunda-feira, 15, será feriado nacional em comemoração à Proclamação da República, e por meio do decreto nº 7.613, publicado em 31 de dezembro de 2020, o feriado estadual do dia 17 de novembro, quarta-feira, em comemoração ao Tratado de Petrópolis, será antecipado para a terça-feira, 16, nos termos da lei nº 2.126/2009.

O atendimento nas unidades de saúde do Estado, incluídos os serviços de atendimento médico especializado, serviço de apoio diagnóstico, de internação, nos centros cirúrgicos, UTIs e central de agendamento de cirurgias não vão sofrer alteração.

Apesar da determinação, ficam os secretários e demais autoridades da Administração Pública autorizados a convocar seus servidores para expediente normal por necessidade de serviço.

Proclamação da República

Em um movimento articulado por militares e civis insatisfeitos com a monarquia, em 15 de novembro de 1889, Marechal Deodoro da Fonseca proclamou a república, na então capital do país, Rio de Janeiro, dando início ao período republicano no Estado Brasileiro e pondo fim ao período monarca. Deodoro da Fonseca foi o primeiro presidente da república do Brasil e seu governo perdurou até 1891.

Tratado de Petrópolis

O Tratado de Petrópolis foi o acordo diplomático firmado entre os governos brasileiro e boliviano em 17 de novembro de 1903, na cidade de Petrópolis, no Rio de Janeiro. Por meio do Tratado ficou firmado que o Acre seria anexado ao território brasileiro, enquanto a Bolívia receberia parte da região do estado do Mato Grosso, cerca de 3.164 KM. Estavam presentes durante o evento representantes de ambos os governos, dentre eles: José Maria da Silva Paranhos Júnior, o Barão do Rio Branco, Ministro das Relações Exteriores e Joaquim Francisco de Assis Brasil, ex-governador do Rio Grande do Sul; por sua vez, do lado Boliviano estavam presentes o Presidente da República Fernando E. Guachalla e o Senador Claudio Pinilla.

Comentários

Flash

Sesacre registra 1.367 novos casos de infecção e nenhum morte por coronavírus

Publicado

em

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), por meio do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS), registrou 1.367 novos casos de infecção por coronavírus nesta segunda-feira, 24 de janeiro. O número de infectados subiu para 95.091 em todo o estado.

Até o momento, o Acre registra 268.090 notificações de contaminação pela doença, sendo que 172.975 casos foram descartados e 24 exames de RT-PCR seguem aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen). Pelo menos 86.745 pessoas já receberam alta médica da doença, sendo que 46 seguiam internadas até o fechamento deste boletim.

Os dados da vacinação contra a covid-19 no Acre podem ser acessados no Painel de Monitoramento da Vacinação, disponível no endereço eletrônico: http://covid19.ac.gov.br/vacina/inicio. As informações são atualizadas na plataforma do Ministério da Saúde (MS), ficando sujeitas a alterações constantes, em razão das informações inseridas a partir de cada município.

Nenhum óbito foi registrado nesta segunda-feira, 24 de janeiro, fazendo com que o número oficial de mortes por covid-19 permaneça em 1.857 em todo o estado.

Sobre os casos de covid-19 no estado, acesse:

BOLETIM_AC_COVID_24_01_2022

Sobre a ocupação de leitos no estado, acesse:

http://covid19.ac.gov.br/monitoramento/leitos

Rio Branco – AC, 24 de janeiro de 2022.

Secretaria de Estado de Saúde do Acre

Comentários

Continue lendo

Flash

Idoso é preso com arma de fogo municiada em Brasileia

Publicado

em

Durante uma ronda de rotina da guarnição da Polícia Militar do 5° Batalhão em Brasileia.

Os policiais prenderam na noite deste domingo, 23, no bairro Raimundo Chaar J.B.R de 67 anos com uma garrucha Cal. 22, municiada e mais 4 munição intacta no bolso do indivíduo.

De acordo com informações do Boletim de Ocorrência o acusado andava armado pela rua Francisco de Assis no bairro Raimundo Chaar e ao ser visto pela PM colocou a mão na cintura e tentou se esconder em um local escuro. Que após ser advertido pelos os militares não resistiu a revista e recebeu voz de prisão e foi levado para a delegacia geral de policia de Brasileia.

De acordo a Delegada de Polícia Civil do município Dra Carla Ivane o flagrante do acusado por porte ilegal de arma de fogo foi realizado na manhã desta segunda-feira,24, e após pagamento de finanças de um salário mínimo o mesmo vai responder em liberdade.

Comentários

Continue lendo

Flash

Criança com infecção internada em hospital de Brasiléia apresenta quadro estável

Publicado

em

A jovem de 9 anos que deu entrada na quinta-feira passada, dia 20, está estável e fora de perigo de morte. O caso ganhou repercussão quando a menina teria passado mal após tomar a vacina pediátrica, levantando suspeita de que seria a causa.

Mas, sem resultados que aponte realmente a causa, muitos boatos e montagens foram feitas e espalhadas em grupos de WhatsApp principalmente, ao ponto de confirmar que a menina teria morrido em decorrência da vacina.

Nesta segunda-feira, dia 24, o jornal oaltoacre esteve no hospital regional Raimundo Chaar e conversou com o pai que estava acompanhando na observação. Segundo Dieson Rodrigues, recebeu muitas mensagens para saber se seria verdade de que a jovem muito mal.

Em uma montagem espalhada pela internet, uma suposta parente dizia que a jovem teria falecido e, em um áudio, uma associação falava que sobre um suposto resultado de que o fígado da jovem estaria derretendo, o que não é verdade.

Se pode comprovar que, a jovem está fora de risco de morte e vem evoluindo gradativamente ao tratamento oferecido pelo hospital. De que o acompanhamento médico está dentro dos padrões do hospital e a jovem vem mostrando uma pequena evolução.

Segundo o pai, caso não tenha uma melhora significativa nos próximos dias, irá pedir a liberação do hospital para poder transferir sua filha para a Capital e fazer o tratamento particular.

Não está sendo descartado uma reação à vacina recebida, mas, somente poderão confirmar com exames realizados. Foi anunciado que já estão solicitando a transferência da jovem para a Capital, onde se tem mais recursos e possam saber realmente a causa da infecção.

 

Comentários

Continue lendo

Em alta