d103f24c-25bd-41ae-8286-d508d5dc7eedInfromações de

Por volta das 14h30 deste sábado, 29 de outubro, numa das celas da Delegacia de Polícia de Tarauacá, Agnaldo Agnaldo de Freitas Soares, de 36 anos, acusado de ser o principal suspeito pelo assassinato do agente sócio educador Vando Medeiros, no último domingo (23), na Comunidade Estirão da Hora, tentou tirar a própria vida usando usando sacolas plásticas para fazer uma espécie de “fita” ontem tentou se enforcar. Depois de colocar a “fita” no pescoço ele se jogou na parede tentando tirar a própria vida. Socorrido ele está sob cuidados médicos.

Agnaldo foi preso por policiais civis e militares do município de Tarauacá na madrugada desta quinta feira, 27 de outubro, por volta de meia noite e meia e no mesmo dia o Delegado José Obetânio, após ouvir sua confissão, o encaminhou para o Presídio Moacir Prado.

dsc_0411

De acordo com o delegado José Obetânio, depois da audiência de custódia, Agnaldo voltou para a delegacia no mesmo dia onde, até hoje, estava aguardando ser transferido para um presídio na cidade de Cruzeiro do Sul.

“Nós fizemos a nossa parte que foi prendê-lo e, depois de interrogá-lo, o encaminhamos ao presídio Moacir Prado. Ele saiu do presídio no mesmo dias e ficou aqui na nossa delegacia a espera de sua transferência para Cruzeiro do Sul. Hoje a tarde ele, que estava sozinho na cela, tentou suicídio e nós o socorremos e encaminhamos para o hospital”, disse o Delegado Obetânio.

A informação foi repassada pelo Delegado José Obetânio.

Matéria relacionada:

Agente penitenciário é morto a golpes de facão no interior do Acre

 

Comentários