A Polícia Militar prendeu Elias ao chegar ao fórum de Sena Madureira para uma audiência.

Aleykson Souza, foi preso nesta segunda-feira (15), o acusado Elias Souza de Queiroz, de 23 anos, morador na comunidade Praia dos Paus, Rio Purus
Por juruá em tempo

Foragido desde o dia 21 de abril deste ano, após ferir o policial militar Aleykson Souza, foi preso nesta segunda-feira (15), o acusado Elias Souza de Queiroz, de 23 anos, morador na comunidade Praia dos Paus, Rio Purus. A Polícia Militar prendeu Elias ao chegar ao fórum de Sena Madureira para uma audiência.

Aos policiais, Elias contou que estava sob efeito de álcool quando feriu o policial com um corte de faca no braço e, logo após, fugiu para o Segundo Distrito da cidade.

Confessou também que fugiu pela mata até o Rio Purus, trajeto que demorou um dia e meio. Desde então, ficou na colônia de seus pais, na comunidade Praia dos Paus. Segundo ele, não é nada confortável viver foragido. “A gente não consegue nem dormir direito vendo a hora ser surpreendido pela polícia”, disse.

Elias foi reconhecido por uma equipe policial ao chegar ao fórum de Sena Madureira, na manhã da ultima segunda-feira (15), quando recebeu voz de prisão e não reagiu.

Contra o acusado havia um mandado de prisão em aberto. Após os procedimentos, Elias deu entrada no presídio Evaristo de Moraes, para aguardar o pronunciamento da Justiça. Outro acusado, Leandro Souza Graciano, de 25 anos, residente no bairro Niterói, foi preso logo após o crime. Segundo consta, o policial Aleykson segue em fase de recuperação do corte no braço.

Leandro foi preso logo após o crime/Foto: cedida

Veja nota da PM no dia do ocorrido

No dia 21 de abril, por volta de 22h, houve uma ocorrência de roubo num comércio localizado na praça 25 de setembro, na qual o Al SGT PM Aleykson veio a intervir para tentar cessar o ato ilícito dos meliantes.

Na ação, o militar foi ferido pelos meliantes por via de uma arma branca no antebraço, sendo que os autores empreenderam fuga. O AL SGT PM foi conduzido aos PS de Rio Branco pela ASP PM M. Pontes e SGT PM Benoni.

Além disso, o policial ferido está bem, contudo, o antebraço está inchado, o que motivou sua ida à Rio Branco para melhores cuidados.

Vale ressaltar, que o militar foi encaminhado à Rio Branco pelo próprio Batalhão a fim de realizar exames mais precisos.

Comentários