Homem com suspeita de Ebola chega ao Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, no Rio de Janeiro
Homem com suspeita de Ebola chega ao Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, no Rio de Janeiro

Exame realizado em paciente que veio da Guiné deu negativo, mas Ministério da Saúde fará segundo teste para confirmação

Com informações da Revista Exame

O MInistério da Saúde divulgou, na manhã deste sábado, que o resultado do exame para o diagnóstico do paciente com suspeita de ebola, no Brasil, foi negativo para a presença do vírus. A confirmação, no entanto, só será realizada após um segundo exame, cujas amostras de sangue serão coletadas amanhã, 48 horas após a primeira.

Apesar do resultado negativo, o órgão esclarece que o paciente ainda está em isolamento total no Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, no Rio de Janeiro (RJ) e não apresenta febre. A quarentena só irá terminar após a confirmação do quadro revelado no primeiro teste.

A análise das amostras, assim como a primeira, será feita no Instituto Evandro Chagas, no Pará, que pertence à Secretaria de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde.

O homem, de 47 anos, veio da Guiné, África Ocidental, e chegou ao Brasil no dia 19 de setembro, mas a suspeita só foi identificada na última quinta-feira, na Unidade de Pronto Atendimento Brasília, em Cascavel (PR). Ele deu entrada no hospital apresentando febre e foi classificado como suspeito por ter vindo de país afetado pela doença.

O Ministério da Saúde informou, em nota, que 64 pessoas tiveram contato com ele e estavam sob acompanhamento. Com o resultado negativo, elas serão liberadas. “Todas as medidas de biossegurança foram adotadas pelas autoridades para isolamento do paciente e investigação de todas as pessoas que tiveram contatos com ele, a fim de interromper uma possível cadeia de transmissão do vírus”, afirmou em nota.

Comentários