Deputado Federal Alan Rick (DEM/AC), durante entrevista na cidade de Brasiléia – Foto: Alexandre Lima/arquivo

A criminalidade tem tirado a paz dos acreanos. Nos últimos 10 anos, os crimes contra o patrimônio, o tráfico de drogas, a receptação, os homicídios, têm desafiado as polícias e aterrorizado os cidadãos.

O deputado federal Alan Rick (DEM), tem buscado ajudar o trabalho da Segurança Pública no enfrentamento desse grave problema.
O sistema de segurança do estado ganhou um reforço recente. Em maio começou a funcionar o Cerco Eletrônico.

Trata-se de um moderno sistema integrado de vídeo-monitoramento utilizado pelas forças de segurança, graças à destinação de uma emenda individual do parlamentar, no valor de R$ 3,5 milhões.

Com o aporte de recursos, Rio Branco ganhou 21 câmeras de monitoramento, instaladas em pontos estratégicos da cidade, além de um centro de controle.
A meta de Alan Rick é que a ferramenta chegue aos municípios o mais breve possível, a fim de fortalecer ainda mais o trabalho no combate ao crime.

Declaração dada em maio pelo secretário de Segurança Pública do Estado, Coronel Paulo César, assegura que implantação do cerco eletrônico aumentou em 50% a recuperação de veículos furtados ou roubados na capital. Outras modalidades de crime também têm sido coibidas graças à iniciativa, acrescentou ele.

Segurança como prioridade

Ainda que comemore os resultados, o deputado Alan Rick reconhece a necessidade de maiores investimentos no setor da segurança pública. “É preciso qualificar ainda mais nossos policiais, bem como dar a eles melhores condições de trabalho. Mas acima de tudo é preciso endurecer a legislação penal no Brasil”, disse o parlamentar.

Segundo ele, só com a certeza da punibilidade por parte dos delinquentes é possível reduzir os índices de criminalidade.

“Vamos continuar atuando na Câmara para robustecer as atividades das forças de segurança do Estado do Acre”, garantiu Alan Rick.

Comentários