Conecte-se conosco

Acre

Análise: Socialismo, a escravidão estatal

Publicado

em

Enquanto os cubanos promovem manifestação inédita por liberdade, governo de Cuba culpa os EUA e socialistas de iPhone apoiam

Cubanos foram às ruas protestar contra o governo local Foto: Alexandre – Meneghini/Reuters – 11.7.2021

Do R7

Convencidos por líderes de esquerda que querem implantar no Brasil a escravidão estatal que o socialismo impõe, os tão previsíveis socialistas de iPhone foram para a internet – aquele sistema de comunicação que o governo cubano controla e suspende sempre que quer castigar sua própria população – para reclamar que a culpa dos protestos é dos Estados Unidos.

O que eles não percebem – além de muitas outras coisas – é que uma afirmação dessas soa como uma espécie de elogio à América, afinal de contas, seria ela a abrir os olhos dos cubanos para enxergarem que não dá mais para ficarem calados diante da pobreza e do descaso em que vivem. Mas há que se reconhecer que os comunistas que correram para a internet – aqueles que pedem comida pelo iFood, andam de Uber para baixo e para cima e não abrem mão dos benefícios do capitalismo – não tiveram tempo para pensar, apenas repetiram o que o presidente de Cuba, Miguel Diaz-Canel disse.

Aliás, outra coisa que temos de reconhecer é o senso de humor do presidente de Cuba. Depois de um protesto inédito como o deste domingo, o fato de Diaz-Canel ter feito um pronunciamento pela TV dizendo que o povo tem direito a “defender o sistema cubano” chega a ser hilário. É como se dissesse: “Companheiros, já que querem ir às ruas reivindicar seus direitos, eis aqui o único direito que damos a vocês: defendam o que os oprime!”

E, como de costume, para vender ao mundo a imagem de um país de fantasias que só existe na cabeça de quem está no poder, o governo corta a internet para que os protestos não sejam vistos mundo afora. Os poderosos devem estar correndo atrás de uma justificativa um pouco melhor do que essa. Primeiro, porque há décadas que os Estados Unidos impõem sanções econômicas e, segundo, se todo o problema de Cuba, antes de Fidel Castro, era a liberdade econômica, estão reclamando do que agora? Da falta de liberdade econômica? É preciso melhorar a narrativa porque essa não vai colar nem nos artistas da esquerda Chanel…

E falando em esquerda, o que será que dirão sobre o pronunciamento de Joe Biden? O presidente americano parabenizou a coragem dos cubanos em defender seus “direitos fundamentais e universais” e pediu que “o regime cubano ouça seu povo e atenda sua necessidade nesse momento vital, ao invés de se enriquecer.”

Que sigam o conselho do democrata e não o exemplo de Fidel Castro, que figurou na lista da Forbes (2006) como o sétimo governante mais rico do mundo e foi dono de uma fortuna estimada em 900 milhões de dólares (mais de R$ 4,6 bilhões). É o de sempre: socialismo, controle e pobreza para o povo; capitalismo, liberdade e riqueza para eles.

Comentários

Acre

Quinta Corrida da Expoacre é sucesso com mais de 300 participantes

Publicado

em

Por Samuel Brayan

A 5ª Corrida da Expoacre foi realizada na manhã deste domingo, 7, com 300 corredores, todos concentrados nas imediações do Parque de Exposições Wildy Viana.

Neste último dia que encerra a maior feira do agronegócio do Acre, homens e mulheres escolheram trajetos de 5 e 8 quilômetros e movimentaram a manhã nos arredores da Expoacre.

O evento foi organizado pela Acre Running Eventos, com a participação de Elvis Rodrigues e Dudé Lima, que saudou os competidores e desejou uma ótima corrida a todos.

“O clima da corrida é contagiante, esse é meu segundo esporte favorito. É minha primeira participação, mas quero continuar correndo em provas como essa”, disse a estreante Mirian Ferreira.

“Já tenho 309 medalhas, moro na fronteira de Epitaciolândia, e é um prazer estar aqui. Me sinto feliz correndo, e nada me impede, nem mesmo a deficiência, eu continuo ultrapassando todos os meus limites”, disse o corredor Édison Selvagem.

Comentários

Continue lendo

Acre

Com mais de 3,7 mil advogados, AC tem 1 profissional para cada 244 habitantes, diz OAB

Publicado

em

Por

Levantamento aponta ainda outros aspectos sobre os advogados inscritos no estado, como a faixa etária e sexo.

Um levantamento divulgado pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), na última semana, mostra que o estado acreano possui 3.701 advogados inscritos na ordem. Esse dado revela que o estado possui um advogado para cada 244 habitantes, considerando a população de mais de 906 mil habitantes, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O que preocupa neste cenário, de acordo com a OAB, é a qualidade dos cursos ofertados pelo país que tem a maior proporção de advogados por habitante do mundo, com cerca de 1,3 milhão de profissionais que exercem regularmente a profissão, ou seja, proporcionalmente, há um advogado para 164 brasileiros residentes no país.

Conforme dados da OAB, existem, hoje, no país, cerca de 1,8 mil cursos jurídicos e, atualmente, segundo dados do próprio órgão, são mais de 700 mil alunos matriculados.

“Esse número é absurdo, pois o Brasil tem mais cursos de Direito do que a soma da oferta em países como China, Estados Unidos e toda a Europa. Além dessa quantidade, a grande preocupação da OAB é com a qualidade desses cursos que estão sendo ofertados”, disse o presidente da OAB-Seccional Acre, Rodrigo Aiache.

O presidente disse que por causa disso foi criado o selo OAB Recomenda que fez uma seleção mostrando a qualidade dos cursos no Brasil.

“Selecionou aproximadamente 10% dos cursos existentes no Brasil, o que demonstra que grande parte das faculdades de direito não têm uma boa qualidade. Nossa luta é para que haja a melhoria do ensino dessas faculdades”, acrescentou.

Outros dados

 

O levantamento aponta ainda outros aspectos sobre os advogados inscritos no estado, como a faixa etária e sexo.

No Acre, a maioria dos advogados é do sexo masculino, com 2.004 inscritos. Já as inscrições de mulheres são de 1.697.

Em relação à faixa etária, a maioria dos advogados do estado possui idade de 26 a 40 anos com 1.653 inscritos, seguido do grupo etário de 41 a 59 anos (1.397) e depois aqueles com mais de 60 anos (887). Os jovens com idade até 25 anos são a minoria (209).

Comentários

Continue lendo

Acre

Fluxo de umidade em baixos níveis ainda pode influenciar chuvas no domingo (7) no Acre

Publicado

em

Por

Há possibilidade de temporais em todo o estado. Confira as temperaturas.

O tempo não muda muito neste domingo (7) em todo o Acre. O fluxo de umidade em baixos níveis da atmosfera continua atuante sobre o estado, mantendo elevadas as condições de chuva. Assim, a previsão para este dia é de sol entre muitas nuvens, predomínio de céu nublado e com pancadas de chuva e trovoadas entre a tarde e a noite em todo o estado.

Confira as temperaturas em todas as regiões:

 

Alto Acre

 

Em Assis Brasil, Brasileia, Epitaciolândia e Xapuri, as temperaturas oscilam entre a mínima de 20°C e a máxima de 33ºC.

Baixo Acre

 

Mínima de 21°C e máxima de 32ºC são as temperaturas registradas em Acrelândia, Bujari, Capixaba, Plácido de Castro, Porto Acre, Senador Guiomard e Rio Branco.

Vale do Juruá

 

Já em Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima, Marechal Thaumaturgo, Porto Walter e Rodrigues Alves os termômetros ficam entre 20ºC e 31°C.

Vale do Purus

 

Em Manoel Urbano, Santa Rosa do Purus e Sena Madureira faz entre 21º C e 31°C.

Vale do Tarauacá/Envira

 

Por fim, em Feijó, Jordão e Tarauacá a variação de temperatura fica entre a mínima de 21°C e a máxima de 31°C.

Comentários

Continue lendo

Em alta