Conecte-se conosco

Cotidiano

Aneel mantém bandeira verde para consumidores do tarifa social

Publicado

em

Para os demais, segue em vigor a bandeira de escassez hídrica, com cobrança de R$ 14,20 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) 

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) informou nesta sexta-feira (28) que as famílias de baixa renda inscritas no programa Tarifa Social não vão pagar taxas adicionais nas contas de luz em fevereiro. Nesta sexta, 12,6 milhões de unidades consumidoras recebem descontos.

Acionada pelo terceiro mês consecutivo, a bandeira tarifária verde indica condições mais favoráveis de geração de energia elétrica.

Apesar de as chuvas registradas desde meados de outubro terem refletido no nível de armazenamento dos reservatórios, segue em vigor a bandeira de escassez hídrica, com cobrança de R$ 14,20 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos para os demais consumidores do país. O patamar mais caro deve ser cobrado até abril.

As famílias atendidas pelo Tarifa Social são isentas de pagar a bandeira de escassez hídrica. Esses consumidores seguem com descontos previstos pelo programa, que são estabelecidos por faixas de consumo.

O novo patamar da bandeira tarifária foi criado pelo governo por conta da grave escassez nos principais reservatórios do país em agosto de 2021. O objetivo é bancar o acionamento de usinas térmicas, que geram energia muito mais cara, e as demais medidas adotadas para garantir o fornecimento. Os recursos, no entanto, não serão suficientes.

Para fazer frente às despesas, o governo autorizou um novo socorro financeiro para o setor elétrico. A operação está prevista em medida provisória regulamentada por decreto presidencial. Agora, caberá à agência reguladora definir os valores e prazos para pagamento. O financiamento deve amenizar os reajustes tarifários em 2022, mas será pago por todos os consumidores com incidência de juros.

O sistema de bandeiras foi criado em 2015 pela agência. Além de possibilitar ao consumidor saber o custo real da geração, e adaptar o consumo, o sistema atenua os efeitos no orçamento das distribuidoras. Antes, o custo da energia era repassado uma vez por ano. Na prática, as cores verde, amarela ou vermelha indicam se haverá ou não cobrança extra nas contas de luz.

 

Comentários

Cotidiano

Real Madrid é campeão europeu com gol de Vini Jr e brilho de Courtois

Publicado

em

Merengues derrotam Liverpool e conquistam a Champions pela 14ª vez

O Real Madrid é campeão europeu pela 14ª vez. Neste sábado (28), a equipe espanhola derrotou o Liverpool (Inglaterra) por 1 a 0, no Stade de France, em Saint-Denis (França), na decisão da Liga dos Campeões. Os merengues possuem, agora, o dobro de conquistas do Milan (Itália), segundo maior vencedor do principal torneio de clubes do planeta.

O time madridista conta com cinco jogadores brasileiros: o lateral Marcelo (que ficou no banco), o zagueiro Éder Militão, o volante Casemiro e os atacantes Rodrygo (que entrou no fim do segundo tempo) e Vinícius Júnior. Foi deste último o gol do título, no começo da etapa final. Do quinteto, Marcelo e Casemiro chegaram à quinta conquista de Champions da carreira, enquanto os demais venceram a competição pela primeira vez.

O protagonista da decisão na França foi Thibaut Courtois. O goleiro belga fez pelo menos cinco grandes defesas, duas no primeiro tempo e três no segundo, segurando a pressão do Liverpool. Os ingleses finalizaram 23 vezes, contra somente três dos espanhóis.

A bola começou a rolar com atraso de quase 40 minutos. Segundo a União das Associações Europeias de Futebol (Uefa, na sigla em inglês), o início da partida foi adiado por “motivos de segurança”, sem mais detalhes. Do lado de fora do estádio, torcedores do Liverpool, sem ingresso, tentaram invadir o estádio e causaram tumulto. A explicação só foi dada já com o jogo em andamento, no telão do Stade de France.

O show da cantora Camila Cabello, também iniciado com atraso, antecedeu uma primeira etapa dominada pelo Liverpool, que forçou Courtois a duas grandes defesas em tentativas dos atacantes Mohammed Salah e Sadio Mané (que ainda foi no travessão). Pouco antes do intervalo, porém, foram os espanhóis que quase saíram na frente. Em lance confuso na área, o atacante Karin Benzema balançou as redes, mas o gol foi anulado por impedimento.

Na volta do intervalo, não teve “quase”. Apesar dos ingleses se manterem no campo de ataque, o Real Madrid abriu o placar. Aos 13 minutos, o meia Federico Valverde bateu cruzado e Vinícius Júnior, às costas do lateral Trent Alexander-Arnold, apareceu na esquerda e completou para as redes. Foi o 22º gol do brasileiro em 52 partidas na temporada.

A pressão dos ingleses se intensificou, mas havia Courtois na meta merengue. O belga salvou os madridistas com três defesas impressionantes. Na principal delas, aos 36 minutos, o goleiro defendeu uma finalização cruzada de Salah, quase na pequena área, pela direita. De forma desordenada, o Liverpool insistiu atrás do empate, sem sucesso, para explosão da torcida espanhola em Saint-Denis.

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Juiz decreta prisão do ex-goleiro Bruno

Publicado

em

Prisão é pela dívida de pensão ao filho que teve com Eliza Samudio

A prisão do ex-goleiro Bruno Fernandes foi decretada nesta sexta-feira (27), pelo juiz Alexandre Tsuyoshi Ito, do Tribunal de Justiça do Mato Grosso do Sul (TJMS), por dívida de pensão.

Bruno que cumpre regime aberto pelo assassinato de Eliza Samúdio, deve pagar cerca de R$ 60 mil, referente aos valores mensais de dois salários mínimos, desde janeiro de 2020, para seu filho com Samúdio.

O ex-atleta que também responde pela dívida de R$ 3 milhões em pensão, pode ser preso a qualquer momento devido o decreto do juiz.

O ex-goleiro mora atualmente em Cabo Frio , no Rio de Janeiro, e abriu recentemente, uma loja de açaí.


Fonte: RedeTV

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Síndrome respiratória grave continua em crescimento no Acre, diz Fiocruz

Publicado

em

Os dados apontam também que 19 capitais registraram alta

Por Everton Damasceno
Como identificado por especialistas, os casos de síndrome respiratória aguda grave (Srag) continuam em crescimento no Brasil e, especialmente, no Acre.

O dado é da última edição boletim do Infogripe, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), divulgado nesta quinta-feira (26). A estimativa é de que o país teve 6.000 casos entre os dias 15 e 21 de maio.

O número indica uma tendência de crescimento tanto em curto prazo, definido em relação a dados das últimas três semanas, como em longo prazo, que considera informações de seis semanas atrás.

Acre, Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Roraima, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins apresentaram tendência de aumento em relação às últimas seis semanas, além do Distrito Federal.

Os dados apontam também que 19 capitais registraram alta.

A Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) abrange casos de síndrome gripal (SG) que evoluem com comprometimento da função respiratória que, na maioria dos casos, leva à hospitalização, sem outra causa específica.

Comentários

Continue lendo

Em alta