Antonio Pedro destaca que Sistema de Saúde no Acre está precário

Deputado acreano, Antonio Pedro – Foto: Divulgação

O deputado estadual Antonio Pedro (DEM) voltou a destacar os problemas na área de Saúde do Estado. De acordo com ele, muitos municípios estão com problemas na infraestrutura de hospitais, bem como no quadro de profissionais.

“Tenho feito muitas visitas ao municípios acreanos. Entre as muitas reclamações que escuto, a área da Saúde é quase que unanimidade. A infraestrutura dos hospitais não é das melhores, sem falar nos profissionais. Falta médico, anestesista, recepcionista, efim, não possue estrutura adequada para atender a população”.

O parlamentar frisa que é importante essa adequação, haja vista que a precariedade no atendimento acaba aumentando a demanda na capital acreana. “Rio Branco só tem essa demanda elevada devido a falta de estrutura no interior. O governador e o secretário de Saúde do Estado deveriam se preocupar um pouco mais com esse situação. Pagamos caro por nossos impostos e não temos o retorno adequado de nossas autoridades”, disse.

Antonio Pedro lembrou a visita ao Hospital em Plácido de Castro. “Fiquei pasmo com aquele unidade. O hospital precisa de uma reforma urgente.”, disse ao citar ainda a unidade de Saúde do município de Brasileia.

“A obra do Hospital de Brasiléia precisa ser finalizada o quanto antes, pois, a tual unidade, Raimundo Chaar é precária. A população precisa de antendimento e quando procura o hospital acaba se esbarrando na falta de estrutura. Muitos acabam vindo para RIo Branco, outros nem isso, pois, não possuem condições financeiros de se deslocar”.

Outra reclamação do parlamentar diz respeito as consultas. “Quem mora no interior sofre quando tem que vir se consultar na capital. Muitas vezes acabam voltando para suas cidades sem nem fazer a consulta. É tanta burocracia que as pessoas estão começando a desistir de vir. Isso deve ser avaliado, pois, ao invés de estimular o cidadão a procurar o hospital, as autoridades os estão afastando. Estamos falando de vidas, portanto, o acesso a unidade de Saúde deveria ser facilitado, porém, não é isso que temos visto”.

O deputado comentou também sobre o anúncio da construção de  2.500 casas populares para a população em situação de risco dos municípios de Brasiléia, Cruzeiro do Sul e Tarauacá, feito pelo deputado federal Major Rocha (PSDB).

“Fico feliz por essa notícia. Só peço que o deputado acrescente o município de Xaouri, pois, ali naquela cidade possuem muitas famílias que perderam suas casas devido as duas últimas alagações. Já foi até ministro lá dizer que liberaria verba para construção de casa, porém, até não aconteceu”, finalizou. (Assessoria)

Comentários