Conecte-se conosco

Geral

Anvisa apresenta relatório sobre mais uma vacina contra covid-19

Publicado

em

Vacinação drive thru na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), zona norte do Rio. A cidade do Rio de Janeiro retoma hoje (25) sua campanha de aplicação da primeira dose da vacina contra a covid-19 em idosos da população em geral. Hoje serão vacinados os idosos com 82 anos.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) anunciou, nesta sexta-feira (12), a aprovação do primeiro medicamento com indicação em bula para tratamento de pacientes infectados pela covid-19, o antiviral Rendesivir.

A mesma medicação, da biofarmacêutica americana Gilead Sciences, também foi aprovada no ano passado para uso como medicamento oficial para o tratamento da covid-19 pela Food and Drug Administration (FDA), órgão norte-americano equivalente à Anvisa.

Vacina de Oxford

No anúncio, o gerente-geral de Medicamentos e Produtos Biológicos da agência, Gustavo Mendes, disse que a Anvisa também concedeu o registro definitivo à vacina da AstraZeneca/Oxford, que já tinha autorização para uso emergencial no país, assim como a CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan, em São Paulo.

O primeiro imunizante a obter o registro definitivo no Brasil foi o da Pfizer.

Com a liberação, a vacina do consórcio AstraZeneca/Oxford terá uma etapa de produção no Brasil, na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). A autorização permite que a vacina seja aplicada em maiores de idade.

Desenvolvimento de vacinas

Para ser aprovada, a vacina precisa passar por estágios de desenvolvimento. O estágio inicial é feio em laboratório, com análise do vírus e de moléculas para definição da melhor composição do produto, explica a Anvisa.

Depois, a vacina é testada em animais, que são expostos ao agente causador da doença. Na etapa de estudos clínicos com três fases, são feitos testes em humanos desde que se tenha dados preliminares de segurança e possível eficácia.

Para liberar o registro do imunizante, técnicos especializados da Anvisa revisam todos os documentos para validar a segurança da vacina.

Comentários

Geral

Homem em posse de faca, agride irmã, esposa e a própria mãe em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Mais um caso de violência doméstica foi registrado em Cruzeiro do Sul. Na manhã desta quarta-feira (06), um homem agrediu a mãe, a irmã e a esposa no bairro da Cohab.

De acordo com informações da Polícia Militar, ele estava sob efeito de bebidas alcoólicas e, possivelmente, entorpecentes. O agressor se trancou sozinho em um quarto portando uma arma branca.

O grupamento tático da PM fez a intervenção com uso de uma arma de condutividade elétrica e a situação foi controlada.

O homem foi encaminhado para a delegacia, sob a acusação de violência doméstica.

Comentários

Continue lendo

Geral

Mulher é morta a facadas, degolada e tem corpo jogado em quintal

Publicado

em

A Polícia Civil de Plácido de Castro, município distante 95 quilômetros da capital acreana, atua elucidação de mais um feminicídio ocorrido na região de fronteira. A vítima, Tamires Rodrigues, 31 anos, foi assassinada a facadas e degolada, supostamente na madrugada desta quarta-feira (6).

O corpo foi deixado no terreno da casa onde a mesma morava no bairro Manchete e removido para o Instituto Médico Legal (IML) de Rio Branco.

De acordo com as informações da polícia, Tamires já tinha cumprido pena no presídio da capital e gozava de liberdade no regime aberto. Era mãe de uma filha de 2 anos e morava sozinha numa casa alugada.

Por volta de 6h da manhã de hoje, um vizinho percebeu que a mesma estava caída no quintal da casa onde morava e descobriu que a mesma estava morta.

A Polícia Civil avisada do ocorrido e constatou que o cadáver apresentava várias perfurações de arma branca e tinha sido degolada.

A motivação para um crime tão violento ainda é desconhecido pela polícia.

Comentários

Continue lendo

Geral

Polícia Civil apreende mais de 3 quilos de cocaína em caixa de som que seria enviada para Minas Gerais

Publicado

em

Ascom/Polícia Civil do Acre

Na tarde da última terça-feira, 5 de julho, a Polícia Civil do Acre, por meio da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (DENARC), apreendeu 3,100 kg (três quilos e cem gramas de cocaína), que estavam acondicionadas em barras e escondidas dentro de uma caixa de som.

O aparelho de reprodução sonora seria enviado, via Correios, a cidade de Belo Horizonte-MG.

A localização do entorpecente só foi possível graças ao cachorro Policial Duke do Núcleo de Operações com Cães (NOC) que farejou a droga e apontou o local onde o entorpecente estava amufambado.

O trabalho investigativo conta com a parceria dos Correios onde há ação de intensa de fiscalização a ilícitos.

As investigações serão continuadas com o objetivo de identificar outros atores envolvidos.

A ação faz parte da “Operação Narco Brasil” que teve início em 27 de junho em todo o Brasil e se encerra nesta quarta-feira, 06 de julho de 2022.

Comentários

Continue lendo

Em alta