O governador Gladson Cameli falou sobre todos os assuntos durante entrevista coletiva na qual a avaliou os cem dias de sua gestão.

Reconheceu erros, apontou acertos, defendeu uma imprensa livre e anunciou a contratação de 517 novos servidores para a Segurança Pública.

“Não vou fugir da responsabilidade, nem ficar jogando a culpa no governo anterior como eles faziam. Se está faltando medicamentos no posto de saúde, a culpa é minha. Se a Segurança ainda não está resolvida, a culpa é nossa”, disse olhando para o vice-governador Werles Rocha.

Dentre os muitos assuntos levantados Gladson pontuou a renegociação das dívidas do estado. Disse que o governo vai negociar com um banco Mundial que vai assumir todas as dividas, que passarão a ser pagas em um único contrato.

Ao final da longa conversa com os jornalistas, ele anunciou a contratação de 517 novos policiais.

Serão 250 para a Polícia Militar e mais 250 para a Polícia Civil, entre delegados, agentes e escrivães. Ainda serão chamados 15 peritos criminais e dois médicos legistas.

A contratação dos novos servidores, vai causar um impacto financeiro de R$ 3,5 milhões sobre a folha de pagamento do Estado.

Fonte: Jairo Barbosa

Comentários