Conecte-se conosco

Geral

Após atualização, Acre deve imunizar mais de 51,8 mil ribeirinhos de 18 a 59 anos contra Covid-19

Publicado

em

No Acre, mais de 51,8 mil ribeirinhos de 18 a 59 anos deve ser imunizada contra Covid-19 — Foto: Arquivo/Semsa de Porto Walter

Por Iryá Rodrigues

Mais de 51,8 mil ribeirinhos com idades entre 18 e 59 anos devem ser imunizados contra a Covid-19 no estado do Acre.

Uma resolução com a atualização da estimativa populacional das comunidades tradicionais ribeirinhas foi publicada na edição desta terça-feira (4) do Diário Oficinal do Estado (DOE).

Conforme os dados da Comissão Intergestores Bipartite do estado (CIB-AC), as cidades de Rio Branco e Tarauacá são as que têm maior população ribeirinha, com 7.394 e 7.487, respectivamente. Seguidas do município de Marechal Thaumaturgo, que tem 5.479 ribeirinhos.

Confira a quantidade de moradores ribeirinhos por cidade:

Quantidade de moradores ribeirinhos por cidade — Foto: Reprodução

Inicialmente, o Ministério da Saúde havia informado que o estado do Acre tinha 20.583 pessoas vivendo em comunidades tradicionais ribeirinhas. No entanto, segundo a coordenadora do Programa Nacional de Imunização do Acre (PNI), Renata Quiles, as prefeituras informaram que o número estava defasado e pediram atualização.

“Nós já tínhamos recebido doses para ribeirinhos, distribuímos 17,7 mil doses para esse público. E as prefeituras pediram que a gente solicitasse ao Ministério da Saúde uma nova análise, uma revisão do grupo de ribeirinhos, porque as doses que receberam não eram suficientes para as pessoas que moravam nessas localidades. Portanto, [as cidades] receberam uma parte referente à primeira meta que o Ministério da Saúde colocou, de mais de 20 mil pessoas, e agora a gente está angariando junto ao Ministério que ele faça uma reanálise, uma vez que a população não é aquela que eles haviam estimado inicialmente”, explicou Renata.

Comorbidades

Na mesma resolução, a comissão também traz a pactuação sobre as etapas de vacinação do público de comorbidades, de pessoas com deficiência permanente, gestantes e puérperas.

Conforme o documento, na primeira fase de imunização, que começou nessa segunda-feira (3), devem ser vacinados, de acordo com o quantitativo de doses disponibilizado:

  • Pessoas com comorbidades – de 55 a 59 anos (decrescendo ano a ano);
  • Pessoas com síndrome de Down – de 18 anos a 59 anos;
  • Pessoas com doença renal crônica em terapia de substituição renal (hemodiálise e diálise) – de 18 a 59 anos;
  • Gestantes e puérperas com comorbidades – de 18 a 59 anos;
  • Pessoas com deficiência permanente cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC) – de 55 a 59 anos.

Já na segunda fase de imunização, devem ser vacinadas, também de acordo com o quantitativo de doses disponibilizado, as faixas de idade de 50 a 54 anos, 45 a 49 anos, 40 a 44 anos,30 a 39 anos e 18 a 29 anos:

  • Pessoas com comorbidades;
  • Pessoas com Deficiência Permanente cadastradas no BPC;
  • Gestantes e puérperas independentemente de condições pré-existentes.

Lote de vacina

Nessa segunda (3), o Acre recebeu mais de 20,9 mil doses de vacinas contra a doença. O 17º lote chegou ao aeroporto de Rio Branco com 19.750 doses do imunizante Oxford/AstraZeneca e 1.170 da Pfizer para vacinar a população acreana. No total, o Acre recebeu 20.920 doses de imunizantes.

Segundo a Secretaria de Saúde do estado (Sesacre), todo o lote é destinado para a primeira dose da imunização. Entretanto, a vacina da Pfizer vai ser distribuída apenas em Rio Branco devido o processo de armazenamento.

As doses precisam estar em -20°C por 14 dias e entre 2 e 8°C por 5 dias, devendo ser utilizada em um curto período de tempo. O imunizante é aplicado em duas doses, com intervalo de 21 dias entre a primeira e a segunda.

Vacinação no Acre

De acordo com informações do portal de transparência do governo, o Acre recebeu 199.390 doses de vacinas e foram aplicadas 126.565 até essa segunda (3), data da última atualização, sendo 94.597 da primeira dose e 31.968 da segunda. Rio Branco aplicou 56.744 doses e Cruzeiro do Sul 13.839.

Segundo o governo, o número de doses aplicadas que consta no portal refere-se aos dados já inseridos no sistema do Ministério da Saúde, cujas atualizações são realizadas pelos municípios. Por isso, pode haver atraso nas informações.

Comentários

Geral

Homem em posse de faca, agride irmã, esposa e a própria mãe em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Mais um caso de violência doméstica foi registrado em Cruzeiro do Sul. Na manhã desta quarta-feira (06), um homem agrediu a mãe, a irmã e a esposa no bairro da Cohab.

De acordo com informações da Polícia Militar, ele estava sob efeito de bebidas alcoólicas e, possivelmente, entorpecentes. O agressor se trancou sozinho em um quarto portando uma arma branca.

O grupamento tático da PM fez a intervenção com uso de uma arma de condutividade elétrica e a situação foi controlada.

O homem foi encaminhado para a delegacia, sob a acusação de violência doméstica.

Comentários

Continue lendo

Geral

Mulher é morta a facadas, degolada e tem corpo jogado em quintal

Publicado

em

A Polícia Civil de Plácido de Castro, município distante 95 quilômetros da capital acreana, atua elucidação de mais um feminicídio ocorrido na região de fronteira. A vítima, Tamires Rodrigues, 31 anos, foi assassinada a facadas e degolada, supostamente na madrugada desta quarta-feira (6).

O corpo foi deixado no terreno da casa onde a mesma morava no bairro Manchete e removido para o Instituto Médico Legal (IML) de Rio Branco.

De acordo com as informações da polícia, Tamires já tinha cumprido pena no presídio da capital e gozava de liberdade no regime aberto. Era mãe de uma filha de 2 anos e morava sozinha numa casa alugada.

Por volta de 6h da manhã de hoje, um vizinho percebeu que a mesma estava caída no quintal da casa onde morava e descobriu que a mesma estava morta.

A Polícia Civil avisada do ocorrido e constatou que o cadáver apresentava várias perfurações de arma branca e tinha sido degolada.

A motivação para um crime tão violento ainda é desconhecido pela polícia.

Comentários

Continue lendo

Geral

Polícia Civil apreende mais de 3 quilos de cocaína em caixa de som que seria enviada para Minas Gerais

Publicado

em

Ascom/Polícia Civil do Acre

Na tarde da última terça-feira, 5 de julho, a Polícia Civil do Acre, por meio da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (DENARC), apreendeu 3,100 kg (três quilos e cem gramas de cocaína), que estavam acondicionadas em barras e escondidas dentro de uma caixa de som.

O aparelho de reprodução sonora seria enviado, via Correios, a cidade de Belo Horizonte-MG.

A localização do entorpecente só foi possível graças ao cachorro Policial Duke do Núcleo de Operações com Cães (NOC) que farejou a droga e apontou o local onde o entorpecente estava amufambado.

O trabalho investigativo conta com a parceria dos Correios onde há ação de intensa de fiscalização a ilícitos.

As investigações serão continuadas com o objetivo de identificar outros atores envolvidos.

A ação faz parte da “Operação Narco Brasil” que teve início em 27 de junho em todo o Brasil e se encerra nesta quarta-feira, 06 de julho de 2022.

Comentários

Continue lendo

Em alta