Conecte-se conosco

Cotidiano

Após audiência, acusados de matar travesti a pauladas no Acre aguardam sentença

Publicado

em

Rafael Kewiw Braga e Vitor Alexandre Junqueira são acusados de matar Fernanda a pauladas — Foto: Arquivo pessoal

Por Iryá Rodrigues e Tácita Muniz, G1 AC

Os dois acusados de matar a travesti Fernanda Machado da Silva a pauladas passaram por audiência de instrução há um mês na Vara de Delitos de Organizações Criminosas e aguardam sentença, que deve sair até a próxima semana. O processo corre em segredo e a informação foi confirmada pelo Tribunal de Justiça do Acre.

Rafael Kewiw Braga e Vitor Alexandre Junqueira foram denunciados pelos crimes de tortura com resultado de morte; corrupção de menor e organização criminosa.

A denúncia foi feita pelo Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Acre (MP-AC) e recebida pela justiça no dia 3 de dezembro do ano passado. A dupla foi citada, passou por audiência e, segundo o TJ-AC, os autos estão conclusos para sentença.

Fernanda estava em um ponto de prostituição no bairro Preventório em junho do ano passado quando foi abordada por homens que a acusavam de ter roubado um celular. Mesmo negando, ela foi agredida e morreu ainda no local. Braga e Junqueira estão presos desde o dia 3 de agosto.

O laudo da polícia técnico-científica do Instituto de Criminalística comprovou que Fernanda foi agredida por uma ou mais pessoas, caindo algumas vezes no chão. Além disso, segundo o documento, as agressões foram com pedras, pedaços de madeira e tijolo. Porém, não foi possível precisar o ferimento que causou a morte da travesti.

Em depoimento, familiares confirmaram que Fernanda fazia uso de entorpecentes na rua e também se prostituía, mas que não cometia crimes. Na época, várias entidades ligadas à comunidade LGBTQIA+ no estado lançaram nota e pediram respostas sobre o crime. O Ministério Público do Acre (MP-AC) também acompanha o caso e o Judiciário aguarda a formalização da denúncia contra os suspeitos.

Troca de mensagens mostra suspeitos conversando após o crime — Foto: Arquivo pessoal

Prints comprovam crime

Em outubro, foi divulgado prints anexados ao inquérito policial, que mostram troca de mensagens entre Rafael e o segundo suspeito, Vitor, que está identificado no aplicativo de mensagem como “Shorouco”.

Por áudio, Rafael, identificado como Beneguim, chama o comparsa por duas vezes até que Vitor responde: “Tu é doido é Beneguim, tu foi inventar de matar o gay pô [sic].”

A conversa segue, Vitor diz que os dois devem sofrer represálias por conta do crime e Rafael rebate: “Até parece que só foi eu… Depois que cheguei já espocando, vocês já emendaram comigo”, responde.

Logo, Vitor volta a culpar Rafael pela morte de Fernanda. “Tu espoco [sic] o cara de novo, nós já tinha batido, pra que tu foi bater no cara de novo com aquela ripa véia fuleira [sic]”.

Os dois suspeitos se desentendem sobre a morte de Fernanda — Foto: Arquivo pessoal

Além disso, o processo contém imagens de câmeras de segurança de um posto de combustíveis que mostra o momento em que os suspeitos aparecem com pedaços de madeira antes de cometerem o crime.

Foi por conta dessas provas que o juiz titular da 2ª Vara do Tribunal do Júri, Alesson Braz, entendeu que manter os dois presos era uma questão de garantia da ordem pública. Em depoimento, Rafael negou o crime. Já o comparsa, confirmou as agressões, mas garantiu que não havia matado a travesti, colocando a culpa em Rafael. Os dois foram indiciados por homicídio qualificado.

Fernanda e a mãe em peça publicitária lançada pelo MP-AC uma semana antes de ser morta — Foto: Reprodução/MP-AC

‘Levanto amor’

Bastante conhecida, Fernanda era ativista em Rio Branco e participava de debates que abordavam justamente a violência contra a comunidade LGBTQIA+. Uma semana antes de ser morta, ela gravou para uma peça publicitária do MP.

Nas imagens, a mãe de Fernanda, Raimunda Nonata, diz que tem orgulho da filha e fala do amor que sente. “Eu tenho orgulho de ter minha filha, não tenho preconceito, amo ela do jeito que ela é. Para mim, vai ser minha filha amada do coração sempre. Eu amo muito ela.”

Em seguida, as duas se abraçam. O vídeo traz ainda uma fala de Fernanda em uma das ações do MP, onde ela diz que é preciso educar a sociedade para combater a violência contra a comunidade LGBTQIA+.

“Mata-se muito LGBTs no Brasil e no mundo. O Brasil hoje é o país que mais mata, não só fisicamente, mas com palavras. Então, como volto a falar, educar-se e educar as pessoas é primordial. Eu não levanto uma bandeira, não levanto uma sigla, levanto o amor. É isso que eu defendo, é isso que nós devemos defender.”

Comentários

Cotidiano

PM veta pedido do Fluminense para utilizar ingressos do Ceará, em despedida de Fred

Publicado

em

Por

Tricolor se reuniu com PM para analisar a possibilidade de utilizar ingressos que sobrassem da equipe cearense no próximo sábado, no Maracanã

O Batalhão Especializado de Policiamento em Estádios (BEPE), da Polícia Militar do Rio, vetou nesta terça feira o pedido do Fluminense de utilizar os ingressos que não serão usados pela torcida do Ceará. As duas equipes no próximo sábado, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro.

Sábado será dia de festa para a despedida do atacante Fred, que vai defender o Fluminense um última vez diante do time cearense. O Tricolor já vendeu todos os seus ingressos para a partida e vislumbrou a possibilidade de usar os que sobrassem do visitante. Em nota, a PM informou que não será possível atender à solicitação por uma questão de segurança.

Torcida do Fluminense no Maracanã contra o Cruzeiro — Foto: Marina Garcia / Fluminense FC

Torcida do Fluminense no Maracanã contra o Cruzeiro — Foto: Marina Garcia / Fluminense FC

– Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar informa que após inspeção técnica realizada pelo Batalhão Especializado de Policiamento em Estádios (BEPE) para verificar a possibilidade do aumento de carga e a viabilidade do projeto apresentado pelo Fluminense Football Club foi constatado que contraria a norma do dispositivo previsto no Estatuto do Torcedor, que prevê barreiras físicas separando as torcidas mandantes das visitantes. Por este motivo, foi negada a solicitação realizada pelo clube – diz a nota.

No último domingo, Fred chegou a fazer um apelo pelas redes sociais à direção do Ceará para que cedessem a carga de ingressos destinada à torcida do Vozão. Veridiano Pinheiro, diretor de operações do Ceará, descartou essa possibilidade, em entrevista ao Diário do Nordeste.

Ao todo, o Fluminense vendeu 56 mil ingressos que estavam a disposição de sua torcida – todos foram adquiridos por sócio-torcedores. Também foram esgotadas as gratuidades.

Com o último jogo dentro do contrato de Fred marcado para acontecer contra o Goiás, fora de casa, pelo Campeonato Brasileiro, o Fluminense decidiu promover a despedida uma rodada antes, no Maracanã.

Pelo Fluminense, Fred acumula dois Campeonatos Brasileiros, em 2010 e 2012, e dois Campeonatos Cariocas, vencidos em 2012 e 2022, além do título da Primeira Liga em 2016. Ao todo, disputou 380 jogos e marcou 198 gols.

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

AABB Escolinha e Teles B vencem 1ª no Copão Zé Carlos de Vôlei; veja resultados

Publicado

em

AABB Escolinha supera Quinari no naipe feminino por 3 sets a 0 e Teles B bate AABB Escolinha no naipe masculino com mesmo placar, nessa segunda-feira, no ginásio Álvaro Dantas, em Rio Branco

Duas partidas válidas pela quinta rodada do Copão Zé Carlos de Vôlei Masculino e Feminino foram disputadas nessa segunda-feira (4), no ginásio Álvaro Dantas, em Rio Branco (AC). A AABB Escolinha e o Teles B saíram vitoriosos de seus respectivos compromissos.

AABB Escolinha e Teles B vencem 1ª no Copão Zé Carlos de Vôlei — Foto: FRV

AABB Escolinha e Teles B vencem 1ª no Copão Zé Carlos de Vôlei — Foto: FRV

Na preliminar, pelo naipe feminino, a AABB Escolinha superou o Quinari por 3 sets a 0 com parciais 25 x 17, 25 x 13 e 25 x 17. Na sequência, pelo naipe masculino, o Teles B bateu a AABB Escolinha também por 3 sets a 0: 25 x 23, 25 x 13 e 25 x 20.

A AABB Escolinha somou os primeiros três pontos no naipe feminino e pulou para segunda posição ao lado da AABB, que tem mesma pontuação. O Teles B subiu para terceira colocação e encostou no Quinari com três pontos cada.

A competição tem sequência na próxima sexta-feira (8), com duas partidas no mesmo local: Teles A x AABB (19h) e Floresta x Mascarenhas Master (20h30). Ambos jogos do naipe masculino.

Classificação – Feminino

Jotas Academia — 6 pts
AABB — 3 pts
AABB Escolinha — 3 pts
Quinari — 0
Floresta — 0

Classificação – Masculino

Teles A — 6 pts
AABB — 6 pts
Quinari — 3 pts
Teles B — 3 pts
AABB Escolinha — 0
Mascarenhas Master — 0
Floresta — 0

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Governo anuncia convênio com federações do Acre para repasse de R$ 1,9 mi

Publicado

em

Por

Montante contempla nove federações para incentivo das categorias de base e viabilização de participação das modalidades nos Jogos Escolares. Diretor de esportes cita importância do apoio

O esporte acreano ganhou um incentivo milionário do Governo do Acre para temporada. O diretor de esportes da Secretaria Estadual de Educação, Cultura e Esportes (SEE), Júnior Santiago, anunciou nessa segunda-feira (4), um convênio firmado com nove federações no valor de R$ 1,9 mi.

Governo anuncia convênio com federações do Acre para repasse de R$ 1,9 mi — Foto: Divulgação/Assessoria SEE

Governo anuncia convênio com federações do Acre para repasse de R$ 1,9 mi — Foto: Divulgação/Assessoria SEE

As federações gratificadas são as seguintes: Federação de Taekwondo do Estado Acre, Federação Acreana de Atletismo, Federação Acreana de Vôlei (Feav), Federação Acreana de Futevôlei (FAFTV), Federação Acreana de Futsal (Fafs), Federação Acreana de Xadrez, Federação de Desporto Universitário Acre (FDUA), Federação de Tênis de Mesa do Estado do Acre (FTMEAC) e Federação Acreana de Ciclismo.

De acordo com o gestor, os valores repassados às federações têm como objetivo incentivar categorias de bases e viabilizar a participação das modalidades nos Jogos Escolares. Os recursos também serão usados para custear a ida de estudantes para a etapa nacional.

Segundo Júnior Santiago, o termo de fomento vai beneficiar mais de 7 mil pessoas envolvidas direta e indiretamente com o esporte amador e escolar no estado.

Júnior Santiago, diretor de esportes da Secretaria Estadual de Educação, Cultura e Esportes — Foto: Kelton Pinho

Júnior Santiago, diretor de esportes da Secretaria Estadual de Educação, Cultura e Esportes — Foto: Kelton Pinho

Essa nova modalidade dos Jogos Escolares faz com que todos sejam privilegiados e contemplados com as realizações das etapas estaduais dos Jogos Escolares, levando tanto para o JEB’s (…) como os Jogos da Juventude.

— Júnior Santiago, diretor de esportes da Secretária Estadual de Educação, Cultura e Esportes.

— Pela primeira vez sendo realizado um convênio no nosso estado com federações. O governo fomentando através do nosso governador Gladson Cameli, que é um compromisso de campanha, um compromisso de governo, fazendo com que o esporte na sua base como todo seja contemplado e essas crianças e adolescentes podem viver um sonho de sair do nosso estado, representando o estado e abrindo uma oportunidade em suas carreiras profissionais — completa o gestor.

Os valores do convênio não foram divididos igualmente entre as entidades. A Feav, por exemplo, vai receber R$ 418 mil para as modalidades vôlei de quadra e vôlei de praia. Já a Federação de Taekwondo do Estado do Acre será contemplada com R$ 145,14 mil. O ge não teve acesso ao documento completo com a divisão dos valores. (Veja parte do documento abaixo)

Repasses do governo para federações acreanas  — Foto: Reprodução

Repasses do governo para federações acreanas — Foto: Reprodução

De acordo com o gestor, essa divisão diferenciada para cada entidade foi feita porque os custos são diferentes para esportes individuais e coletivos. Segundo Júnior Santigo, até o fim desta semana os repasses serão efetuados. Algumas federações não foram contempladas por questões relacionadas a documentação.

Comentários

Continue lendo

Em alta