Conecte-se conosco

Acre

Após fortes chuvas, moradores contemplados pelo Ruas do Povo ‘acordam debaixo d’água’

Publicado

em

O prefeito de Assis Brasil, Humberto Filho (PSDB), diz que os problemas estruturantes nas obras do programa já haviam sido comunicados ao Depasa.

Da redação, com Cherlivan Cavalcante de Assis Brasil

O morador da rua Vicente Vieira Lima, no centro da cidade de Assis Brasil, Pedro Melo, é um dos inúmeros moradores da cidade que tiveram problemas oriundos através das obras do programa Ruas do Povo.

Melo, que estava feliz por ter tido a rua asfaltada através do programa do governo estadual, afirma que teve prejuízos financeiros e aborrecimentos por conta de imperícias na construção de aterros que fazem parte das obras do Ruas do Povo.

Moveis perdidos devido a água que invadiu a residência em Assis Brasil

Moveis perdidos devido a água que invadiu a residência em Assis Brasil

Ele diz que na última chuva que assolou o município no domingo (1°), um dos aterros causou problemas e perdas de dois racks, uma maquita, geladeira, colchões, motosserra, guarda-roupas e outros móveis.

Segundo Pedro Vicente, tão logo os problemas começaram a surgir ele próprio procurou o responsável pela obra do município, um engenheiro lotado no Departamento Estadual de Pavimentação e Saneamento (Depasa), mas foi mal atendido pelo profissional, que agiu com descaso mediante os problemas a ele relatados.

Cozinha invadida pela água da chuva que represou após os trabalhos do programa do Governo do Acre, Ruas do Povo

Cozinha invadida pela água da chuva que represou após os trabalhos do programa do Governo do Acre, Ruas do Povo

“Mesmo morando na beira do igarapé, nunca tinha sido alagado; agora, com o Ruas do Povo que parecia ser a solução, fez foi piorar a vida da comunidade, principalmente depois destes aterros que eles fizeram”, diz.

O caso do morador Pedro Vicente não é o único em Assis Brasil. De acordo com relatos de moradores, no bairro Bela Vista também houve inundações.

“Tivemos que abrir uma cratera por cima do asfalto construído pela equipe do governo. O bairro ficou dividido, tudo para resolver o transtorno trago pelo programa Ruas do Povo”, diz.

O prefeito de Assis Brasil, Humberto Filho (PSDB), diz que os problemas estruturantes nas obras do programa já haviam sido comunicados ao Depasa e o pedido de providências também havia sido solicitado.

O prefeito esteve visitando as famílias afetadas pelo problema.

“Estamos à disposição para dar assistência necessária para as famílias atingidas.
Iremos mais uma vez buscar solução junto ao órgão responsável. É um absurdo que famílias percam os bens materiais que levam anos para conquistar”, diz.

O prefeito disse que o problemas nas obras do programa já haviam sido comunicados ao Depasa e o pedido de providências também havia sido solicitado

O prefeito disse que o problemas nas obras do programa já haviam sido comunicados ao Depasa e o pedido de providências também havia sido solicitado

 

 

Comentários

Acre

“Amigo do Bope” – Alan Rick é homenageado pelo Batalhão de Operações Especiais da PM

Publicado

em

Foto: Júnior Galvão

Nesta sexta-feira, 12 /08, o deputado federal licenciado Alan Rick foi homenageado com a placa de “Amigo do Bope”, entregue a personalidades que contribuíram para estruturação e fortalecimento do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar. A entrega ocorreu durante a solenidade que comemorou os 26 anos do Batalhão.

“Estou muito feliz e extremamente honrado por receber essa homenagem no dia da comemoração dos 26 anos do nosso BOPE. Sou um apoiador da Polícia Militar. Durante os meus mandatos destinei mais de R$ 18 milhões para a nossa segurança pública.” – disse o parlamentar licenciado.

O comandante do Batalhão de Operações Especiais, tenente-coronel Rômulo Modesto, fez uma fala de agradecimento a Alan Rick. “Fazemos esse reconhecimento aos parlamentares, destacando o trabalho do deputado Alan Rick que trouxe grandes benefícios ao nosso batalhão, como, os recursos destinados a aquisição de viaturas, ao nosso estande de tiro, e a unidade de policiamento com cães que fazem com que o nosso batalhão tenha um salto de qualidade nos seus serviços.” – completou.

Essa é a segunda homenagem dedicada pela PM, em 2022, ao deputado Alan Rick. Em julho, o parlamentar recebeu a Medalha de Mérito Coronel Fontenele de Castro, concedida a quem presta relevantes serviços à causa pública e para o progresso da Polícia Militar.

Comentários

Continue lendo

Acre

Construção de novo posto policial em Puerto Evo Morales potencializa o combate a crimes transfronteiriços na região do Baixo Acre

Publicado

em

Em consonância com deliberações do Comitê Integrado de Fronteira, instituído por meio de carta de intenções, na cidade de Santa Cruz de La Sierra, em abril deste ano, a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), representada pelo seu coordenador de Integração Operacional, coronel Glayson Dantas, e pelo coordenador-geral do Gefron-AC, coronel Evandro Bezerra, participou, na tarde desta sexta-feira, 12, em Puerto Evo Morales (Bolívia), da apresentação do projeto de construção do novo posto policial na entrada daquela cidade.

De acordo com comandante departamental de Pando, o coronel da Polícia Nacional da Bolívia (PNB) Julio Monroy, “a segurança na Vila de Puerto Evo vai aumentar consideravelmente, inclusive com mais efetivo policial e uma viatura nova, exclusiva para o posto”. O engenheiro responsável pelo projeto afirmou que em 60 dias começa a construção do posto, situado logo na saída da ponte que liga a cidade boliviana com o município de Plácido de Castro, no Acre.

Durante o evento, os representantes da Sejusp confirmaram, para a próxima semana, o início das operações integradas das forças de segurança do Acre com a Polícia Nacional da Bolívia, com o propósito de prevenir e reprimir a prática de crimes transfronteiriços na região.

Do ato, além das autoridades policiais bolivianas, também participaram o comandante 4° BPM, capitão Freitas, o comandante da Companhia Independente de Plácido de Castro, tenente J. Ferreira, moradores e comerciantes das duas cidades fronteiriças.

Comentários

Continue lendo

Acre

PM que perdeu o controle de moto e bateu em coluna morre no PS de Rio Branco

Publicado

em

O policial militar Stefano Sebastiam Moreira Loriato, de 35 anos, que foi vítima de grave acidente de trânsito na madrugada de quarta-feira (10), na região do bairro Vila Nova, em Rio Branco, morreu na tarde desta sexta-feira (12) na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do pronto-socorro da capital.

Segundo informações de populares, Stefano trafegava em uma motocicleta pela Estrada das Placas, quando acabou perdendo o controle do veículo nas proximidades da antiga distribuidora de bebidas Belco e bateu fortemente contra uma coluna de concreto instalada na calçada. Com impacto, a vítima caiu a cerca de 25 metros e desmaiou. Na colisão, a moto ficou totalmente destruída.

Stefano tinha formado em Odontologia/Foto: Reprodução

Populares ajudaram o homem e acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que enviou uma ambulância de suporte básico. Os paramédicos prestaram os primeiros atendimentos e, devido à gravidade do estado da vítima, foi pedido apoio da ambulância de suporte avançado (01), que conseguiu estabilizar o quadro clínico do motociclista.

O homem foi encaminhado ao pronto-socorro de Rio Branco em estado de saúde gravíssimo, com um traumatismo crânio encefálico grave, trauma no tórax fechado, fratura na perna e um corte grande nas costas. Após ser submetido a uma intervenção cirúrgica, ele ficou internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), mas não resistiu e morreu na tarde desta sexta-feira.

O corpo de Stefano foi levado ao Instituto Médico Legal (IML), onde passará por exame cadavérico.

Ainda segundo apurado pela reportagem, Stefano era formado em Odontologia e recentemente havia passado no concurso da Polícia Militar do Acre. Ele estava comemorando com amigos por ter finalizado o curso de aluno soldado e, na madrugada, saiu para comprar um energético, quando o acidente aconteceu.

Comentários

Continue lendo

Em alta