Jefson (de camisa vermelha) ficou no lugar do irmão Gean que estava preso no FOC (Foto: Arquivo pessoal)

Após quase 20 dias, o presidiário Gean Moreira Brilhante, que conseguiu fugir pela porta da frente do Complexo Penitenciário Francisco d’Oliveira Conde (FOC), em Rio Branco, continua foragido. A fuga ocorreu no último dia 11 de março durante o horário de visita.

A informação foi confirmada, nesta sexta-feira (30), pelo diretor do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen), Aberson Carvalho. Para sair, o preso trocou de lugar com o irmão dele, Jefson Moreira Brilhante, que o visitava no alojamento 6.

Carvalho afirmou que Jefson foi preso em flagrante e foi apresentado na Polícia Civil, por facilitar a fuga do irmão e depois foi encaminhado ao presídio.

“O Gean ainda não deu entrada no presídio, continua foragido. Já o irmão dele está preso provisoriamente. Foi encaminhado à Polícia Civil, que fez o flagrante e depois foi levado para o presídio”, afirmou o diretor.

A situação foi percebida apenas quando o visitante tentou sair da unidade após o irmão ter fugido. O boletim de ocorrência registrado pela Coordenação de Segurança do presídio detalhou que os dois irmãos são bastante parecidos.

A equipe relatou que os dois trocaram de roupa dentro da cela e o detento Gean Moreira foi até a saída e assinou a ficha de visitante no lugar do irmão.

Após quase todas as visitas saírem da unidade, Jefson Moreira foi até a porta de saída tentar deixar o local. Nesse momento, os agentes penitenciários o abordaram e pediram explicações sobre a saída do irmão. O rapaz negou que tivesse ajudado o preso a fugir.

Um processo administrativo foi instaurado para apurar as circunstâncias em que a fuga ocorreu, segundo o Iapen.

Comentários