Conecte-se conosco

Extra

Após um ano servindo de abrigo, prefeito Jerry devolve escola Edilsa à comunidade escolar

Publicado

em

Desde o ano de 2020 a escola municipal Edilsa Maria Batista, vinha servindo como abrigo para imigrantes que chegavam em Assis Brasil e ficavam impedidos de atravessar para o lado peruano devido o fechamento da fronteira por conta da COVID-19.

O fato é que, tanto tempo servindo como abrigo acarretou em deterioração do espaço e de diversos equipamentos da escola e com isso é impossível seu funcionamento futuro sem que haja uma reforma completa com adequações, ampliação e aquisição de novos equipamentos, tais como ares-condicionados, ventiladores, etc.

No tocante, sabendo que a Prefeitura não teria recursos próprios para reconstruir a escola em tamanha escala, o Prefeito do município, Jerry Correia, está se articulando junto ao Governo do Estado e Governo Federal para que sejam sensíveis e ajudem nessa empreitada, já que a escola serviu de abrigo por tanto tempo.

Dando o pontapé inicial, o Prefeito determinou que a engenheira e o arquiteto do município se reunissem com o gestor da escola para elaborar um projeto arquitetônico de reforma, ampliação e adequação dos espaços, além de colocar na planilha a relação dos equipamentos que precisam ser novamente adquiridos.

“Já está pronto o projeto arquitetônico de reforma, adequação e ampliação da escola para que esteja totalmente recuperada para o futuro início do ano letivo presencial pós-pandemia. Agora iremos apresentar aos órgãos competentes para que destinem ajuda financeira.

Vale destacar que a referida escola sempre foi um modelo para o município, sendo inclusive comparada às escolas particulares de outras cidades.

Novo abrigo

Recentemente a Prefeitura de Assis Brasil colocou em funcionamento o novo abrigo para acolhimento de estrangeiros em trânsito. O local é equipado e adequado para receber com mais dignidade os migrantes que por aqui passam. A obra foi construída com recursos do Governo Federal e ainda será inaugurada, mas já atende cerca de 14 pessoas.

“Concluímos esta importante obra iniciada na gestão anterior, fruto de recursos do Ministério da Cidadania. O espaço está sendo equipado graças a atuação conjunta da Prefeitura, Governo do Estado e Governo Federal, Ministério Público do Acre, Igreja Católica e diversas entidades nacionais e internacionais”, pontuou o prefeito.

Comentários

Extra

Forças policiais apreendem 20kg de cocaína da BR 317 rumo à Capital do Acre

Publicado

em

A Operação Hórus, promovida pelo Ministério da Justiça nas regiões de fronteira do Acre, obteve mais um bom resultado no combate ao ilícito, principalmente no combate ao tráfico de drogas, armas e contrabando.

Na noite desta sábado (27), por volta das 21 horas, um carro modelo Ford/Fiesta, placas MZV 4938, conduzido por P. E. G. M., de 27 anos e morador da Capital do Acre, foi parado para uma revista de rotina no posto policial locliazado na BR 317, entroncamento de acesso à cidade de Xapuri.

Nesta operação, estavam homens da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Grupo Especial de Fronteira (Gefron) e Polícia Federal (PF). O condutor do veículo que se apresentou muito nervoso na abordagem, motivando uma revista mais detalhada na parte interna e bagageiro.

O motivo do nervosismo, ficou evidente quando localizaram uma quantia de ‘tijolos’ debaixo de uma lona. Imediatamente o homem foi algemado afim de evitar uma fuga e foi comprovado que seria cloridrato de cocaína.

Na pesagem, foi registrado cerca de 20 quilos e setenta gramas da droga apreendida. O auto de flagrante foi confeccionado e o detido conduzido para a sede da Polícia Federal em Epitaciolândia, juntamente com a droga.

O acusado seria transferido para o presídio federal na Capital ainda neste domingo, onde ficará a disposição da Justiça. O crime tipificado neste caso, seria de tráfico internacional de drogas, podendo ser condenado em até 15 anos de cadeia em regime fechado.

Comentários

Continue lendo

Extra

Acadêmico de medicina baleado por policial passa por cirurgia e está bem, segundo parentes

Publicado

em

Acadêmico Flávio Andress passou por cirurgia e está em observação – Foto: arquivo pessoal

O jovem acadêmico de medicina, que foi baleado na noite deste sábado, dia 27, após se envolver em uma confusão em um bar na cidade de Epitaciolândia, passou por cirurgia durante a manhã deste domingo (28) na capital do Acre após ser transferido em estado grave.

O motivo que levou à tentativa de homicídio por um sargento da Polícia Militar, lotado no 5º Batalhão do Alto Acre, que estaria afastado de suas funções por um atestado médico, já está sendo investigado pela equipe da delegada Carla Ivane, que já está buscando testemunhas e preparando o inquérito policial.

Flávio foi atingido por duas na região do abdômen e passou por cirurgia – Foto/captura

Segundo informações passadas ao jornal oaltoacre.com, o acadêmico de medicina Flávio Andres de Jesus Ferreira, passou por cirurgia e estaria fora de perigo de morte, mas ainda se encontra desacordado devido a anestesia e vai ficar em observação pelas próximas horas.

Flávio foi baleado duas vezes na região do abdômen e a cirurgia foi necessária para a retirada dos projeteis e verificação de órgãos que possam ter sido atingidos. Também foi passado que seu estado clínico é bom, que a equipe médica vai acompanhar o paciente na evolução pós cirurgia.

Mais informações a qualquer momento.

Comentários

Continue lendo

Extra

Festa em Epitaciolândia termina com uma vitima baleado por PM fora de seu expediente. Veja vídeo

Publicado

em

O caso registrado neste ultimo sábado, 27, deixou moradores locais surpreso com o PM que segundo populares, deu dois tiros em uma pessoa sem motivo claro e fora de seu expediente.

O vídeo gravado por participantes da festa circula pelas redes sociais. No vídeo é possível ver uma das mulheres do sargento brigando com ele após o mesmo dar os disparos sobre a vitima. O sargento tem relacionamento à três (trisal) e até o momento não há informações sobre o destino do sargento bem como o estado de saúde da vitima.

De acordo com relatos de populares presente no local, os disparos teriam sido causado por ciúmes, outros dizem que seria por uma confusão de xingamentos e baixarias, mas até o momento ainda não se sabe o real motivo do incidente.

A equipe do Jornal Oaltoacre segue apurando o caso e trará mais informações a qualquer momento.

Veja os vídeos:

 

 

Comentários

Continue lendo

Em alta