Aposentadoria de governador: autor de PEC critica morosidade em tramitação

Da redação, com Fábio Pontes O deputado Gilberto Diniz (PTdoB), autor da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que acaba com o pagamento de pensão para ex-governador, criticou na sessão desta quinta-feira a demora na sua tramitação. Após o recesso, foi criada a comissão especial responsável...

0

Da redação, com Fábio Pontes

O deputado Gilberto Diniz (PTdoB), autor da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que acaba com o pagamento de pensão para ex-governador, criticou na sessão desta quinta-feira a demora na sua tramitação. Após o recesso, foi criada a comissão especial responsável por analisar a PEC e enviá-la para votação no plenário. PEN, PT, PSDB, PMDB e PCdoB formam a comissão.

“Aqui quando o governo envia matéria que é de seu interesse votam da forma mais rápida possível. Mas quando o governo não interesse o destino é a gaveta”, criticou ele. Para o parlamentar, somente a pressão popular das ruas será capaz de evitar que a PEC seja rejeitada pelos parlamentares de maioria governista.

“Apresentei a PEC no final de junho e ela tem tramitado a passos de tartaruga. Não houve nenhuma movimentação importante recentemente, somente o líder do PT subindo na tribuna com discurso de que não apoia a PEC”, ponderou Diniz.

Antes do recesso parlamentar do meio de julho, Gilberto Diniz obteve 14 assinaturas de deputados para que a proposta fosse apresentada; a maioria das assinaturas é de deputados da base, que se manifestaram favorável após as manifestações de junho. O autor da PEC agora questiona se os parlamentares governistas manterão o apoio na votação em plenário.

Comentários

Assuntos desta notícia