Conecte-se conosco

Flash

Aposta da Capital do Acre ganha pouco mais de R$ 1 milhão da Loto Fácil

Publicado

em

Uma aposta da Capital do Acre, Rio Branco, dividiu o prémio da LotoFácil que estava acumulada em pouco mais de três milhões de reais neste sábado, dia 10. O sortudo (a), com certeza deve estar apreensivo para chegar esta segunda-feira, dia 12, para buscar seu prêmio.

O sortudo que caso consiga aplicar os R$ 1.020.431,65 a 1%, poderá ter um rendimento mensal de aproximadamente R$ 10 mil reais para toda sua vida, podendo até se aposentar mais cedo. O jogo da LotoFácil estava acumulado e foi dividido em três apostas; Acre, Maranhão e Sergipe.

A Lotofácil é, como o próprio nome diz, fácil de apostar e principalmente de ganhar. Você marca entre 15 e 20 números, dentre os 25 disponíveis no volante, e fatura prêmio se acertar 11, 12, 13, 14 ou 15 números. Pode ainda deixar que o sistema escolha os números para você por meio da Surpresinha, ou concorrer com a mesma aposta por 3, 6, 12, 18 ou 24 concursos consecutivos através da Teimosinha.

Os prêmios prescrevem 90 dias após a data do sorteio. Após esse prazo, os valores são repassados ao Tesouro Nacional para aplicação no FIES – Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior.

Comentários

Flash

URGENTE: Escola Estadual de Brasileia suspende aulas após aluno contrair covid-19

Publicado

em

Imagem ilustrativa

A direcao da escola Estadual Instituto Odilon Pratagi, localizada na cidade de Brasileia, resolveu após analisar um caso isolado de infecção por covid-19,  suspender as aulas presenciais por uma semana.

O caso vinha sendo analisado desde o início da semana, quando o aluno testou positivo após realizar exames em uma clínica particular da cidade.

Foi comprovado que a infecção ocorreu fora da escola, sendo comunicado pelos familiares após o resultado confirmar positivo.

Foi informado que todas as medidas de prevenção junto aos colegas de classe foram tomadas, sendo acompanhados e não houve nenhuma notícia de contaminação até o momento.

Afirmam que todos os funcionários e alunos estão obedecendo os protocolos, como aferição no momento em que chegam nas escolas, uso de máscaras e álcool em gel nas aulas, além da divisão das turmas em horários matutino e vespertino.

Mesmo assim, como forma de garantir a saúde e prevenção, a Coordenação Estadual juntamente com a diretoria da escola I.O.P., optaram em suspender as aulas por uma semana, a partir desta segunda-feira, dia 29, para seguir os protocolos e monitoramento.

As aulas deverão continuar de forma remota, por meio da Internet e redes sociais.

Veja a nota.

Comentários

Continue lendo

Flash

Polícia Militar do Acre deflagra Operação Papai Noel 2021

Publicado

em

Em frente ao Quartel do Comando Geral (QCG), a Polícia Militar do Acre (PMAC) deu início, na manhã desta sexta-feira, 26, a mais uma edição da Operação Papai Noel. O objetivo é reforçar a presença policial em pontos estratégicos da capital acreana e do interior do estado, principalmente nas áreas comerciais, durante o período de final de ano.

Policiamento irá reforçar a segurança nas ruas acreanas. Foto: Douglas Barros

Com um reforço diário de 140 policiais militares, divididos em dois turnos de serviço, as guarnições são escaladas nas mais variadas modalidades de policiamento, como motorizado – carros e motos – e a pé. Este ano, conta ainda com um acréscimo dos alunos do Curso de Formação de Soldados (CFSd 2021) e dos alunos do Curso de Habilitação de Oficiais Administrativos (CHOA).

A solenidade foi realizada em frente ao Quartel do Comando Geral, da PMAC. Foto: Douglas Barros.

O policiamento é um reforço ao serviço ordinário que é realizado diariamente pelas unidades operacionais de área da capital e do interior, além das unidades especializadas da corporação, conforme explica o comandante-geral da PMAC, coronel Paulo César Gomes. “É uma operação tradicional da Polícia Militar do Acre, que procura fortalecer o policiamento ordinário, principalmente nas áreas comerciais e, com isso, trazer uma tranquilidade maior à nossa população”.

O comandante ainda destacou a importância da operação para os alunos soldados e para toda a sociedade acreana. “Os alunos soldados que estão em formação, estão tendo a primeira experiência no policiamento e no contato com a população. Com esse aumento no número de policiais nas ruas, aumentamos a sensação de segurança e diminui, consequentemente, o número de furtos e roubos, sendo importante assim para toda a sociedade acreana”, enfatizou.

Aluno Soldado Karl William será um dos alunos soldados presentes a Operação Papai Noel. Foto: Douglas Barros.

Entre os 70 policiais militares que se encontravam em forma durante a preleção do serviço, o aluno soldado Karl William, do 1º pelotão, escutava atento às orientações repassadas pelos comandantes. Para ele, vestir a farda e sair às ruas para o serviço é um momento marcante. “Além de ser uma grande honra, nos sentimos privilegiados em poder participar desta operação, já como policiais militares. Estamos empenhados em trazer à população a sensação de segurança e demonstrar que a Polícia Militar está presente nas ruas”, disse o aluno entusiasmado com a oportunidade.

Estiveram presentes à solenidade, os tenentes-coronéis Sandro Oliveira, respondendo pela Diretoria Operacional da PMAC (Dirop), Rômulo Modesto, comandante do Policiamento da Capital, Flávio Inácio, comandante do Batalhão de Operações Especiais (BOPE), a tenente-coronel Jokebed Lima, comandante do 1º Batalhão, e os majores Kleison Albuquerque, comandante do Batalhão de Policiamento Ambiental (BPA) e Marleudo Nogueira, comandante do Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran).

Comentários

Continue lendo

Flash

Governo amplia de 8 para 12 mil servidores que receberão abono de R$ 160 milhões do Fundeb

Publicado

em

Por

Secretária de Educação Socorro Neri afirmou que professores receberão R$ 11 mil em nova proposta de lei que será enviada a Assembleia Legislativa

Por Leônidas Badaró

A Secretária de Educação do Acre, Socorro Neri, esteve no Boa Conversa, transmitido pelo ac24horas, na noite desta sexta-feira, 26, e explicou as mudanças em relação ao pagamento do abono aos profissionais da educação oriundos da sobre do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

Socorro admitiu que a priori, o entendimento do governo era de que o valor de cerca de R$ de 160 milhões seria pago apenas para os professores que estão em efetivo exercício na rede de educação pagando em média cerca de R$ 16,6 mil  para cada profissional.

“Nós nos baseamos no artigo 61 da LDB. Ocorre que no dia do lançamento, as outras categorias se mobilizaram, falaram com o governador que tem o coração grande e procura ser justo e ele recomendou que a PGE fizesse um novo estudo, definindo quem teria o direito de receber”, afirma Neri.

A gestora da educação afirmou que o novo Projeto de Lei já se encontra praticamente pronto e deve ser encaminhado até a próxima quarta-feira para a análise dos deputados estaduais. O universo de profissionais da educação que vão ter direito a receber o abono passa de pouco de 8 mil para mais de 12 mil servidores, o que vai diminuir o valor que os professores devem receber. “É claro que a medida que outros profissionais entram, a divisão é diferente”, afirma a secretária.

A proposta do governo vai englobar três grupos que terão direito ao abono. A primeira, que é a dos professores que estão em atividade, o valor cai de 16 para pouco mais de R$ 11 mil.

Socorro Neri garantiu que os valores e quais os profissionais que estarão nos outros dois grupos vão ser definidos nas próximas horas e deve ser anunciado pelo governador Gladson Cameli nos próximos dias.

Sobre quem vai ficar de fora, que era o temor dos servidores considerados de apoio, Neri afirmou que o universo de quem não será beneficiado é menor que 2 mil profissionais. “Ocorre que a Lei determina que para receber, os servidores considerados de apoio administrativo ou operacional, com vigias e merendeiras, por exemplo, precisam ter curso técnico ou superior na área pedagógica”, destaca Socorro.

Assista a entrevista:

Comentários

Continue lendo

Em alta