Governador Gladson Cameli – Foto: Alexandre Lima

Depois que o governador Tião Viana anunciou que não estará presente na solenidade de posse para fazer a passagem do cargo, e que não vai mandar a nenhum representante das áreas de cerimonial e de comunicação de seu governo, para apoio à cerimônia, algumas medidas estão sendo tomadas pela equipe do novo governo. Existe a expectativa de que a faixa de Governador seja posta em Gladson Cameli pelo presidente do Tribunal de Justiça ou do Tribunal Regional Eleitoral, na ausência do seu antecessor e também do presidente da Assembleia, deputado Ney Amorim, que deve estar viajando no momento da transmissão. Foi aventada a possibilidade da faixa ser entregue pelo pai do governador Gladson, Eládio Cameli, junto com filho do novo mandatário, Guilherme, mas tal medida teria sido desaconselhada por questão de cerimonial. Desta forma, fica a expectativa de como o novo Governador receberá a faixa que comprova sua condição de dirigente maior do Estado.

Pronunciamento

Estão previstos dois pronunciamentos diferentes. O primeiro, mais formal, deve ser feito pelo novo Governador no momento da Posse, no Plenário da Assembleia Legislativa. Ele deverá mostrar os principais pontos que nortearão o seu governo e suas prioridades. O segundo discurso acontecerá na Esplanada do Palácio Rio Branco e será dirigido ao povo ali presente e à população do estado. Este discurso terá o tom mais emocional e uma convocação para mobilizar a sociedade em torno dos ideais do próximo governo.

Reunião

Logo após a posse, o governador deverá fazer uma reunião de emergência com sua equipe econômica e os responsáveis pela Segurança Pública no estado. Serão tratados temas emergenciais que nortearão as primeiras ações da nova administração. Entre os temas principais estarão a oferta de medicamentos para os hospitais, a aquisição de material para o reinício do ano letivo, a questão da falta de água na capital e a segurança pública.

Segurança Pública

O novo secretário, Coronel Paulo Cézar também reunirá imediatamente após a posse sua equipe, o comando da Polícia Militar e o comando da Polícia Civil para que não haja vácuo nas ações de segurança com a troca da administração. Medidas efetivas já serão tomadas no primeiro dia de governo. A ideia é não permitir que as facções criminosas aproveitem a transição governamental para agir.

Pagamento do décimo terceiro

Está em discussão na equipe econômica do novo governo a possibilidade de parcelar o restante do 13º salário não pago aos funcionários públicos das secretarias do estado e alguns órgãos da administração indireta. O governador Gladson deixou claro que sua prioridade será com o pagamento do mês de janeiro e que o saldo do décimo terceiro deverá ser parcelado para atendimento de quem não o recebeu de forma integral. Esta decisão deve ser tomada ainda na primeira semana de governo.

Posse

A posse dos novos secretários está marcada para o dia 2 de janeiro. Independente disso, ainda no dia primeiro alguns setores da administração serão acionados para que a população não sinta a ausência de poder. O governador está especialmente preocupado com a área de segurança e de saúde e deve anunciar medidas emergenciais para esses setores.

Despachos

A intenção do governador Gladson Cameli era despachar no Palácio Rio Branco, onde manteria o seu gabinete. Foi dissuadido da ideia, em função de problemas estruturais do Palácio, especialmente na parte elétrica, que necessita de reparos urgentes. Desta forma, o novo Governador deve despachar na Casa Rosada e também em seu escritório particular, ao menos nas primeiras semanas da administração.

Municípios

O governador Gladson Cameli pretende ainda na primeira semana de gestão viajar aos municípios, para fazer um diagnóstico no local e uma conversa direta com os prefeitos e autoridades. Ele quer definir ações emergenciais em cada cidade. O governo quer atacar os principais entraves enfrentados pela população dos municípios

Aperto

Na posse dos novos secretários o governador determinar a que cada um apresente um diagnóstico das ações que pretende executar de forma imediata, com recomendação de corte drástico de gastos e retenção de nomeações para cargos de confiança. A ideia é trabalhar, nos primeiros meses, com a equipe mais enxuta possível, aproveitando ao máximo os servidores de carreira.

Chamada

As primeiras ações do governo Gladson Cameli

Governador quer agir desde o primeiro momento após a posse, com reunião sobre Segurança Pública e ações emergenciais. Também deve definir o parcelamento do 13º salário restante não pago. Confira as principais ações já determinadas.

Comentários