Conecte-se conosco

Extra

Assassino de acreano usou cartão em boate após crime foi entregue pela família após contar o crime

Publicado

em

O jornal oaltoacre obteve informações sobre o assassinato do jovem Jheison Duarte, natural de Brasiléia, que estava morando na cidade de Niteroi (RJ), no Bairro Fonseca, onde buscava o reconhecimento como modelo e ator e morava com seu algoz, que é dependente químico e tem um histórico de agressividade quando consumia drogas, segundo os próprios familiares.

Sua morte teria acontecido por volta das 5h30 desta segunda-feira, dia 18. Somente por volta das 19 horas, as autoridades policiais foram acionadas ao apartamento, onde localizaram o corpo do jovem na sala com perfurações no pescoço e costas, além de estar com um lençol amarrado em sua boca e pulsos.

A residência não apresentava sinais de arrombamento, o que leva a crer que o assassino teve acesso fácil no local. Dando seguimento ao caso, o corpo foi levado ao IML do município e a polícia de início às investigações.

Assassino, identificado como Luan, foi preso e já se encontra no presídio do Rio de Janeiro.

Nesta terça, agentes da Divisão de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo, conseguiram prender em flagrante o assassino identificado apenas pelo nome de Luan, de 33 anos com que estaria convivendo com a vítima por cerca de quatro anos.

Segundo foi levantado, o autor do crime ainda contou que a morte foi recorrente de uma discussão boba entre o casal. Inicialmente a briga teria começado por conta de questões familiares, e após os níveis de estresse aumentar, o autor esfaqueou o companheiro.

O companheiro teria se apossado do cartão de débito de Jheison e foi para uma boate. Após gastar tudo, e teria jogado o celular na baia de Guanabara quando passava pela ponte Rio-Niterói.

O assassino teria contado o fato aos familiares que acionou as autoridades. Quando chegava na casa no Morro da Viradouro, em Santa Rosa, também em Niterói, foi preso ainda em flagrante e não reagiu a prisão.

Luan foi preso pelo crime homicídio e levado para a sede da Divisão de Homicídios. Ele seria transferido ainda na manhã desta terça-feira (19), para o sistema prisional do Rio de Janeiro.

Familiares buscam ajuda para realizar o translado do corpo de Jheison, afim de realizar seu enterro na cidade de Brasiléia, localizada no interior do Acre.

Obs: Jheison Duarte foi colaborador na coluna social deste jornal administrada pela odontóloga Thay Tavares anos atrás. Toda a equipe se solidariza com os familiares neste momento de perca e dor.

Familiares buscam ajuda para transladar o corpo de Jheison.

 

 

 

 

Comentários

Extra

Forças policiais apreendem 20kg de cocaína da BR 317 rumo à Capital do Acre

Publicado

em

A Operação Hórus, promovida pelo Ministério da Justiça nas regiões de fronteira do Acre, obteve mais um bom resultado no combate ao ilícito, principalmente no combate ao tráfico de drogas, armas e contrabando.

Na noite desta sábado (27), por volta das 21 horas, um carro modelo Ford/Fiesta, placas MZV 4938, conduzido por P. E. G. M., de 27 anos e morador da Capital do Acre, foi parado para uma revista de rotina no posto policial locliazado na BR 317, entroncamento de acesso à cidade de Xapuri.

Nesta operação, estavam homens da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Grupo Especial de Fronteira (Gefron) e Polícia Federal (PF). O condutor do veículo que se apresentou muito nervoso na abordagem, motivando uma revista mais detalhada na parte interna e bagageiro.

O motivo do nervosismo, ficou evidente quando localizaram uma quantia de ‘tijolos’ debaixo de uma lona. Imediatamente o homem foi algemado afim de evitar uma fuga e foi comprovado que seria cloridrato de cocaína.

Na pesagem, foi registrado cerca de 20 quilos e setenta gramas da droga apreendida. O auto de flagrante foi confeccionado e o detido conduzido para a sede da Polícia Federal em Epitaciolândia, juntamente com a droga.

O acusado seria transferido para o presídio federal na Capital ainda neste domingo, onde ficará a disposição da Justiça. O crime tipificado neste caso, seria de tráfico internacional de drogas, podendo ser condenado em até 15 anos de cadeia em regime fechado.

Comentários

Continue lendo

Extra

Acadêmico de medicina baleado por policial passa por cirurgia e está bem, segundo parentes

Publicado

em

Acadêmico Flávio Andress passou por cirurgia e está em observação – Foto: arquivo pessoal

O jovem acadêmico de medicina, que foi baleado na noite deste sábado, dia 27, após se envolver em uma confusão em um bar na cidade de Epitaciolândia, passou por cirurgia durante a manhã deste domingo (28) na capital do Acre após ser transferido em estado grave.

O motivo que levou à tentativa de homicídio por um sargento da Polícia Militar, lotado no 5º Batalhão do Alto Acre, que estaria afastado de suas funções por um atestado médico, já está sendo investigado pela equipe da delegada Carla Ivane, que já está buscando testemunhas e preparando o inquérito policial.

Flávio foi atingido por duas na região do abdômen e passou por cirurgia – Foto/captura

Segundo informações passadas ao jornal oaltoacre.com, o acadêmico de medicina Flávio Andres de Jesus Ferreira, passou por cirurgia e estaria fora de perigo de morte, mas ainda se encontra desacordado devido a anestesia e vai ficar em observação pelas próximas horas.

Flávio foi baleado duas vezes na região do abdômen e a cirurgia foi necessária para a retirada dos projeteis e verificação de órgãos que possam ter sido atingidos. Também foi passado que seu estado clínico é bom, que a equipe médica vai acompanhar o paciente na evolução pós cirurgia.

Mais informações a qualquer momento.

Comentários

Continue lendo

Extra

Festa em Epitaciolândia termina com uma vitima baleado por PM fora de seu expediente. Veja vídeo

Publicado

em

O caso registrado neste ultimo sábado, 27, deixou moradores locais surpreso com o PM que segundo populares, deu dois tiros em uma pessoa sem motivo claro e fora de seu expediente.

O vídeo gravado por participantes da festa circula pelas redes sociais. No vídeo é possível ver uma das mulheres do sargento brigando com ele após o mesmo dar os disparos sobre a vitima. O sargento tem relacionamento à três (trisal) e até o momento não há informações sobre o destino do sargento bem como o estado de saúde da vitima.

De acordo com relatos de populares presente no local, os disparos teriam sido causado por ciúmes, outros dizem que seria por uma confusão de xingamentos e baixarias, mas até o momento ainda não se sabe o real motivo do incidente.

A equipe do Jornal Oaltoacre segue apurando o caso e trará mais informações a qualquer momento.

Veja os vídeos:

 

 

Comentários

Continue lendo

Em alta